Andrés diz que Araos só deixaria o Corinthians por 5 milhões de dólares

LANCE!
·1 minuto de leitura


Nesta segunda-feira, o El Gráfico, do Chile, noticiou um possível interesse da Universidad Católica-CHI na contratação de Angelo Araos, do Corinthians. No entanto, em contato com presidente Andrés Sanchez, o veículo chileno ouviu que o meia só sai se for uma transferência em definitivo, por 5 milhões de dólares (aproximadamente R$ 27 milhões na cotação atual).

Araos, Roni e Michel Macedo foram os únicos jogadores à disposição no elenco que ainda não tiveram chance com Vagner Mancini. Mesmo assim, o treinador disse que conta com o chileno e afirmou que ele esteve cotado para ser titular diante do Atlético-GO, no empate do último sábado, em 1 a 1, em Goiânia.

- É óbvio que eu tenho vários atletas em mãos, somente o Araos ainda não teve oportunidade de jogar, mas é um atleta que estava cotado para jogar hoje, então eu tenho que mexer as peças certas. A escalação depende muito do estado atlético do jogador - declarou Mancini em entrevista coletiva.

Mesmo assim, Araos deve continuar no Corinthians, no que depender da vontade do presidente Andrés Sanchez. Segundo o El Gráfico, a Universidad Católica-CHI teria interesse em solicitar o empréstimo do meia, mas como disse o mandatário corintiano, não é algo que agrade a cúpula alvinegra, que só aceitaria negociar o jovem em definitivo por 5 milhões de dólares.

- Não existe oferta de empréstimo - disse Andrés ao veículo chileno.

Caso não tenha essa proposta de compra, o presidente do Timão foi categórico e afirmou que Araos permanece no clube. O meia tem contrato até 31/7/2023 e o Corinthians tem 100% dos direitos econômicos, pelos quais pagou 4 milhões de dólares em 2018, que na época equivalia a cerca de R$ 17 milhões.