André Chame exalta entusiasmo de John Textor com o Botafogo: 'Quer fazer história no futebol brasileiro'

·1 min de leitura
Chame contou os próximos passos para Botafogo se tornar SAF (Reprodução / Botafogo TV)


A expectativa para o Botafogo se transforme em Sociedade Anônima do Futebol (SAF) com a chegada do investidor John Textor na tarde desta sexta-feira (7) ao Rio de Janeiro. Porta-voz oficial das negociações do Alvinegro com Textor, André Chame falou sobre o andamento dos trâmites entre as partes.

- A chegada é o resultado de um longo período de negociações. Ainda faltam detalhes finais para serem ajustados com o John (Textor). Esperamos acertar nas próximas horas para, aí sim, assinar a oferta vinculante - declarou.

O advogado adiantou como está o sentimento de Textor em relação a se tornar acionista da SAF do Botafogo.

- Ele se mostra muito entusiasmado com o calor da torcida, com a interação nas redes sociais e tem mostrado vontade de fazer um grande trabalho no Botafogo - garantiu.


Em seguida, o porta-voz do Alvinegro nas negociações contou os planos do investidor. O LANCE! detalhou metas que John Textor tem para o Botafogo.

- Ele contou que gostaria de ter um clube tradicional. O interesse é ter um clube com torcida para fazer história no futebol brasileiro - disse.

André Chame também detalhou como é o processo até que o Botafogo adote o modelo da SAF.

- O clube tem seus órgãos, que são soberanos. O seu Conselho Fiscal que dá seu parecer, o Conselho Deliberativo, que aprecia e, no final, há Assembleia geral. Os órgãos é que tem de decidir - disse.

A votação no CD acontecerá no dia 13 e, no dia seguinte, haverá a Assembleia Geral. Após a aprovação, a expectativa é de a conclusão do acordo aconteça em 60 dias.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos