Ancelotti, do Real Madrid, relembra problemas com Gattuso antes da Supercopa da Espanha

Ancelotti fala sobre necessidade de defender Vini Jr (JAVIER SORIANO / AFP)


O Real Madrid já está em Riad para a disputa da Supercopa da Espanha, na Arábia Saudita. Nesta terça-feira, o treinador Carlo Ancelotti e o goleiro Thibaut Courtois falaram com a imprensa em entrevista coletiva sobre os assuntos envolvendo a equipe madridista às vésperas da partida contra o Valência, pela semifinal do torneio, que acontece na quarta-feira, às 16h (Brasília).

Ancelotti respondeu a todo tipo de pergunta, falando bastante acerca da partida contra o Valência. Sobre o adversário desta quarta-feira, o treinador italiano elogiou seus pontos fortes e fez comparação com o Real Madrid, em relação à atuação feita no último domingo contra o Villarreal.

+ Confira as notícias do mercado da bola, no vaivém do L!

- Tem uma entidade muito clara. É uma equipe muito intensa. Temos que controlar bem a bola... e defende bem, o que não fizemos contra o Villarreal. Às vezes esquecemos que temos que defender compacto. No ano passado em muitos jogos conseguimos formar um bloco muito sólido que nos permitiu demonstrar a qualidade que esta equipe tem nas suas individualidades.

O treinador merengue ainda relembrou sua relação com Gennaro Gattuso, seu conterrâneo e treinador do Valência. Os dois trabalharam juntos no Milan, onde Ancelotti teve uma passagem bastante vitoriosa. O comandante do Madrid disse que a relação dos dois teve altos e baixos.

- Tivemos momentos muito bons, ganhamos duas Ligas dos Campeões. Depois, a relação nem sempre foi boa, tivemos problemas pessoais e não quero falar deles. Muitos treinadores vieram daquele Milan. As equipes do Gattuso são muito intensas, ele tem uma identidade muito clara.

Ancelotti também foi parabenizado por receber o prêmio de melhor treinador do ano pela IFFHS. Ele venceu a disputa após uma final tripla com Pep Guardiola, do Manchester City, e Walid Regragui, de Marrocos. Ancelotti agradeceu, mas priorizou vencer o torneio pendente com o Real Madrid.

- Obrigado a todos. Ao Real Madrid, porque só com o sucesso que a equipe tem tido é que podemos ganhar este prêmio, que gosto, mas gosto ainda mais da Supercopa.

Por fim, Ancelotti falou sobre jogar o torneio em um país onde o cenário da bola foi chacoalhado nos últimos dias com a contratação de Cristiano Ronaldo pelo Al-Nassr. Com relação ao tema, Ancelotti elogiou a chegada do lusitano à Arábia Saudita.

- Jogar a Supercopa aqui, pelo ambiente que tivemos... Estamos muito satisfeitos. Cristiano foi uma contratação fantástica, desejamos-lhe o melhor. É uma lenda do nosso clube, tal como Bale, que retirou-se e desejamos-lhe o melhor. Ficam no coração de todos os torcedores do Real Madrid.

O vencedor da semifinal desta quarta-feira enfrenta Barcelona ou Real Betis, que duelarão pela vaga na final na próxima quinta. A decisão está marcada para domingo, dia 15.