Ancelotti planeja reduzir elenco do Real Madrid

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·3 minuto de leitura
(arquivo) Carlo Ancelotti acena na partida do campeonato inglês entre Everton e Wolverhampton, disputada em 15 de maio de 2021 em Liverpool
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Carlo Ancelotti manifestou nesta quarta-feira sua alegria por voltar a comandar o Real Madrid, e anunciou que vai reduzir o plantel, à espera de contratações e possíveis jogos.

"Estou muito feliz por voltar aqui, para o lugar que sinto que é a minha casa", disse na sua apresentação, em uma coletiva de imprensa, o treinador italiano, que liderou a equipe 'merengue' entre 2013 e 2015 conquistando a décima Liga dos Campeões (2014) da história do clube.

Seu novo contrato é de três anos.

"Acho que vamos repetir algo bom nesta nova experiência", acrescentou Ancelotti, que veio do inglês Everton e substituiu no Real Madrid o francês Zinedine Zidane.

Ancelotti, que completa 62 anos na próxima semana, retoma as rédeas do Real Madrid depois de uma temporada sem títulos e com várias incógnitas em relação ao elenco.

Questionado sobre a continuidade de Sergio Ramos, no momento em que se multiplicaram os rumores sobre sua saída, Ancelotti insistiu que não teve tempo de falar sobre o futuro do elenco e que "vamos apresentá-lo nos próximos dias".

No entanto, deixou escapar que a saída de Ramos seria um cenário possível, afirmando: "Não imaginava um Real Madrid sem Carlo Ancelotti, mas aconteceu. Temos que aceitar tudo".

"Vamos falar com o jogador", acrescentou, referindo-se ao zagueiro, que já tem 35 anos e ficou de fora da convocação da seleção espanhola para a Eurocopa.

Sem dar detalhes específicos, o treinador italiano deixou claro que vai reduzir "um pouco o plantel", que na sua forma atual é "muito grande".

E prometeu um novo estilo, afirmando que o objetivo "não é só contratar um atacante forte que marca gols", mas "procurar mais gols dos pontas, do meio", com "uma mentalidade ofensiva".

- "Não me parece certo falar de CR7" -

Questionado sobre possíveis contratações, foi evasivo quanto a Kylian Mbappé - no momento em que o PSG se empenha para prorrogar seu contrato -, e descartou concorrer por Cristiano Ronaldo, a quem dirigiu em sua primeira etapa no Real Madrid.

"Tenho muito carinho por ele", mas "não me parece justo falar do Cristiano quando ele tem contrato com outra equipe, que é a Juventus", onde está "marcando muitos gols", explicou na coletiva de imprensa. 'Carletto' comentou por outro lado que tem boas expectativas em relação a Eden Hazard - "pode ser o ano certo para ele mostrar todo o seu potencial" -, e também para Gareth Bale, que volta após um empréstimo ao Tottenham.

"Ele não teve muito tempo de jogo na Premier League, mas marcou muitos gols", especialmente nas últimas partidas, e agora "ele pode ter uma grande temporada, não tenho dúvidas", disse o treinador sobre o atacante galês.

Ancelotti também disse que estava feliz por comandar o francês Karim Benzema, "um jogador de ponta".

Citando a falta de confiança por parte da diretoria, Zinedine Zidane deixou o clube na semana passada, após uma temporada sem títulos em que o time de Madri terminou como vice-campeão da liga espanhola.

Ancelotti elogiou o trabalho de 'Zizou' nas duas passagens pelo Real Madrid, nas quais conquistou três Champions, e garantiu que "vai falar com ele".

avl/dr/aam

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos