Ancelotti analisa goleada do Bayern: 'Estava difícil até o gol de pênalti'

O Bayern de Munique chegou a Londres com enorme vantagem embaixo do braço após o 5 a 1 na Allianz Arena. E a equipe repetiu o placar no Emirates, eliminando o Arsenal com um placar agregado de 10 a 2.

Os ingleses até ensaiaram uma reação no primeiro tempo, com gol de Walcott. Mas a etapa final foi desastrosa, levando a virada, cinco gols e o baile dentro da própria casa. O técnico Arsène Wenger, que já corria perigo, fica em situação ainda mais delicada nos Gunners.

Para Carlo Ancelotti, a partida estava muito complicada até o pênalti, que resultou no primeiro gol do Bayern de Munique. No lance, o zagueiro Koscielny ainda levou cartão vermelho, deixando o Arsenal com um a menos.



arsenal x bayern

Jogadores do Bayern comemoram (Foto: Ben Stansall / AFP)

- Foi um jogo difícil até ao pênalti. Estávamos dando muito espaço e eles estavam nos pressionando como esperávamos. Não fomos tão determinados com a bola como costumamos ser - disse o treinador do Bayern, ao site da Uefa.

Por outro lado, o técnico Arsène Wenger lamentou que a pressão intensa do Arsenal no primeiro tempo não tenha resultado em mais gols para os donos da casa.

- É difícil. Jogamos muito bem, com ritmo e colocamos o Bayern sob pressão - lamentou.

O Bayern venceu por 5 a 1, com gols de Lewandowski, Robben, Douglas Costa e Vidal (2). Walcott descontou para o time inglês.






E MAIS: