Ana Thaís Matos cobra 'legado' para as mulheres após a Copa no Qatar


Em entrevista ao site "g1", a comentarista esportiva Ana Thaís Matos falou sobre a sua presença na Copa do Mundo no Qatar e da influência do torneio em questões sociais, em especial, sobre a presença das mulheres na sociedade catari. Segundo ela, o torneio de seleções precisa contribuir de alguma forma para para as cidadãs do país-sede.

+ Estudo aponta os maiores favoritos ao título da Copa do Mundo; veja cada seleção

- A Copa do Mundo masculina tem que deixar um legado para as mulheres do Catar. Eu espero muito que os questionamentos sociais dessa Copa passem pelo papel da mulher, pela liberdade feminina - afirma a jornalista.

Uma das pioneiras da presença da mulher no jornalismo esportivo brasileiro, Ana Thaís será a primeira mulher a comentar as partidas da Seleção Brasileira em uma Copa do Mundo masculina. A comunicadora falou sobre o momento de empoderamento feminino na televisão brasileira.

- Nós saímos do lugar do entretenimento e passamos a ocupar o lugar de opinião dentro do jornalismo esportivo. Se você liga a TV de manhã e passa pelos principais canais de esporte, sempre vai ter uma mulher debatendo - destaca.

+ Renata Silveira comemora primeira narração feminina da Copa do Mundo no Brasil

Em 2023, tendo Austrália e Nova Zelândia como países sedes, acontecerá a Copa do Mundo de futebol feminino, sendo apenas a nona edição do torneio. A jornalista comenta sobre sua expectativa para as mulheres no esporte nesta nova fase.

- Vamos ter uma Copa do Mundo feminina no ano que vem e a gente quer mais mulheres praticando futebol, e também vivendo o futebol na arquibancada. Então eu espero muito que os questionamentos sociais dessa Copa passem pelo papel da mulher, pela liberdade feminina - ressalta.

RUMO AO HEXA

Nesta quinta-feira, a Seleção Brasileira inicia a busca pelo hexacampeonato mundial. Após quatro anos, o Brasil encontra novamente a Sérvia na fase de grupos da Copa do Mundo, desta vez no Qatar. O jogo acontece às 16h (de Brasília; 22h no horário local), no Estádio Lusail, pelo Grupo G.