Análise: Wenger rumo ao seu último capítulo?

Após mais de duas décadas no comando de um time, lidar com uma eliminação não é novidade para Arsène Wenger. Mas o duelo desta terça-feira, 7, pela Champions League pode marcar o fim de uma era. Praticamente sem chances na Premier League, e vivo apenas na FA Cup, os Gunners devem dar adeus ao torneio continental em um capítulo que pode encerrar a longa passagem do treinador francês no Emirates Stadium.

Após ser derrotado por 5 a 1 na partida de ida das oitavas de final para o Bayern de Munique, Wenger vai receber novamente a pressão da torcida com a iminente desclassificação. A não ser que o time lute bravamente e chegue próximo de um resultado positivo, o resto da temporada não vai importar e o anúncio de um adeus ficará muito próximo.

Para o correspondente da Goal em Londres, Chris Wheatley, tudo ainda está indefinido e nem o rumor de que Max Allegri teria dito a amigos que vai assumir o clube no meio do ano esclarece a dúvida.

“Não é uma certeza (a saída). Wenger disse que vai tomar uma decisão em março ou abril e não deu uma indicação se vai renovar ou não. Allegri é um dos treinador que o Arsenal estaria interessado se Wenger sair, mas não houve nenhuma abordagem oficial”, revela o jornalista.

GFX Arsène Wenger Arsenal

Não há dúvida que o francês é o o treinador que há mais tempo comando uma grande equipe da Europa, longevidade que caracterizou o futebol inglês nas últimas décadas. Mas a era dos “treinadores eternos” deve ter um ponto final com essa saída.

“Definitivamente, acho que já vem acabando há muito tempo. O Arsenal é um clube único e a situação de Wenger é provavelmente o última deste tipo no futebol mundial. Ele está no clube há mais de 20 anos e eu não consigo ver isso acontecer novamente.”

Se os rivais já zombavam há um bom tempo, o grande revés de Arsène Wenger foi perder o apoio de parte dos fãs. Por muitos anos, os torcedores do Arsneal se calcaram na reestruturação e equilíbrio financeiro que o técnico liderou no clube, mas a ausência de título virou uma grande pressão e deve levar ao fim do casamento.

“Parece que a maioria dos fãs agora quer Wenger saindo ao final da temporada. Diferentes torcedores têm maneiras distintas de expressar suas opiniões e a sensação é que ele vai sair neste meio de ano se a pressão continuar”, analisa o correspondente da Goal. E mais uma eliminação da Liga dos Campeões deve colocar uma pá de cal na situação.

GFX Arsène Wenger Arsenal