ANÁLISE: Por que Stroll manteve a pole, mas Norris foi penalizado na Turquia

Luke Smith
·4 minuto de leitura

No rescaldo da agitada sessão de classificação da Fórmula 1 no sábado para o GP da Turquia e da surpreendente pole position de Lance Stroll, por um momento parecia que sua alegria duraria pouco.

Enquanto os comissários abriam caminho através dos vários incidentes em uma classificação complicada, que incluiu duas bandeiras vermelhas e uma sessão de uma hora no Q1, o homem da pole Stroll veio ao centro das atenções por uma possível violação da bandeira amarela.

Leia também:

F1: Red Bull quer decisão sobre motor para 2022 até o final de novembro Norris sente que carros da F1 estavam fazendo tempos de “F2 ou F3” F1: Magnussen critica voltas rápidas sob bandeira amarela no Q1

Imagens de TV mostraram que o companheiro de equipe de Stroll, Sergio Pérez, havia girado à frente dele na pista durante sua volta mais rápida do Q3, resultando em uma bandeira amarela sendo acenada na curva 7. Stroll foi informado, mas mesmo assim estabeleceu seu melhor tempo e pegou uma pole chocante.

Os comissários revisaram o incidente e, por fim, liberaram Stroll, considerando que ele havia diminuído a velocidade para a bandeira amarela, mas que os dados de telemetria não haviam mostrado tanto devido aos ganhos de tempo significativos obtidos em outros lugares nas condições mutáveis.

O piloto da McLaren, Lando Norris, também foi investigado por causa de um incidente com bandeira amarela, relacionado ao giro de Nicholas Latifi na curva 8 no final do Q1.

Embora Norris também tenha desacelerado por causa das bandeiras amarelas, ele ainda foi punido com uma penalidade de cinco posições que o deixou para o 16º lugar no grid.

Então, por que houve uma diferença tão grande nas penalidades aplicadas aos dois pilotos?

Tudo se resume aos regulamentos e ao fato de que bandeiras amarelas únicas foram mostradas para o giro de Pérez, mas amarelas duplas foram mostradas para Latifi.

A bandeira amarela única foi mostrada na curva 7 seguindo o incidente de Pérez, o que levou o engenheiro de Stroll a informá-lo da necessidade de diminuir a velocidade. A telemetria mostrou que Stroll "claramente saiu do acelerador, encostou na curva e depois acelerou quando se livrou do incidente", de acordo com o relatório dos comissários.

Quando Stroll saiu da curva 8, seu engenheiro voltou ao rádio para dizer: "Era uma amarela única, então continue pressionando”.

Foi uma mensagem importante, pois mesmo que Stroll tivesse desacelerado para o giro de Pérez, se houvesse bandeiras amarelas duplas, ele teria sido forçado a abandonar completamente a volta.

Foi aqui que o Norris tropeçou. Os comissários notaram que embora o piloto da McLaren "não estivesse tentando definir um tempo de volta rápido, devido às mudanças nas condições da pista, ele o fez e, portanto, violou os regulamentos mencionados”.

Os regulamentos em questão estão enterrados no Apêndice H do Código Desportivo Internacional da FIA, que explica diretamente o significado dos sinais das bandeiras marechais.

Sob bandeiras amarelas duplas, lê-se: "Reduza sua velocidade significativamente, não ultrapasse e esteja preparado para mudar de direção ou parar. Há um perigo bloqueando total ou parcialmente a pista e/ou comissários trabalhando na pista ou ao lado dela”.

"Durante os treinos livres e classificação, deve ser evidente que um piloto não tentou definir um tempo de volta significativo". Em seguida, esclarece que "isso significa que o piloto deve abandonar a volta", embora não haja nenhuma exigência de box.

Portanto, como a pista melhorou significativamente e ofereceu enormes ganhos aos pilotos, mesmo ao tentar recuar e abandonar a volta, a melhoria de Norris foi suficiente para desencadear uma penalidade considerável.

E no caso de Stroll, o fato de ser apenas uma amarela significava que ele estava livre para completar sua pole position e garantir que seu dia de conto de fadas não terminasse com uma nota amarga.

Todas as notícias sobre o GP da Turquia de F1 você acompanha no site do Motorsport.com e em nosso canal no YouTube. Fique por dentro de todas as novidades e análises, além de conferir nossos programas e vídeos!

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

Hamilton despista sobre Rosberg, analisa Bottas e ‘esquece’ Alonso; assista e entenda

PODCAST: O calendário 'pós-pandemia' da F1 2021 é o mais correto? Ouça o debate

Your browser does not support the audio element.