Análise: podcast aborda com clareza a vida e os últimos dias de Maradona na voz do jornalista Juca Kfouri

·2 min de leitura


O ídolo argentino Diego Armando Maradona, que morreu há um ano, na Argentina, teve a vida revisitada mais uma vez - como era de se esperar, pela grandiosidade de sua importância para o futebol - no podcast 'Os últimos dias de Maradona', que foi lançado no Spotify, nesta terça-feira. O LANCE! teve acesso aos dois primeiros episódios.

O ex-jogador vem sendo assunto em séries biográficas e filmes nos últimos meses, tamanho o envolvimento do público em busca de respostas. Um ano depois muita gente ainda se pergunta: Por que Dom Diego morreu? Narrado por Juca Kfouri na versão em português, o podcast dá seu recado logo no primeiro episódio: não encontrou uma resposta única, apesar da longa investigação feita durante a produção da obra.

O primeiro episódio começa com um relato de um médico vizinho do ex-jogador, que foi um dos primeiros a chegar ao quarto e constatar a morte de Maradona. O podcast utiliza o áudio original do entrevistado, em espanhol, talvez com o objetivo de passar mais credibilidade ao depoimento.

Narrador, Juca se esforça para resumir em poucas palavras aquilo que foi dito pelo entrevistado, sem soar repetitivo. O formato é repetido durante os episódios ao que o L! teve acesso, e não dificulta a compreensão de quem não domina a língua do país vizinho.

Juca ainda destaca histórias do passado e suas lembranças de Maradona, revisitando o impacto do dia da morte do ex-jogador. Como recurso para facilitar a compreensão do ouvinte, a obra utiliza vozes famosas em áudios de entradas ao vivo de telejornais brasileiros como a de Maju Coutinho, da Globo, ou de Datena, da Band. O recurso dá certo, já que atinge a memória do público que se informou de forma superficial pela televisão naquele fatídico dia.

Dividido em seis episódios para maratonar, 'Os Últimos Dias de Maradona' apresenta áudios do processo judicial aberto pouco depois da morte do argentino, depoimentos de pessoas próximas a ele e entrevistas exclusivas, reconstruindo como foram os momentos finais da vida do craque dentro e fora do campo.

Diego Maradona morreu em 25 de novembro de 2020, aos 60 anos, vítima de infarto. Os médicos responsáveis pela saúde do ex-jogador são acusados pela Procuradoria-Geral de San Isidro, que investiga a morte de astro, por homicídio com dolo eventual, quando se assume o risco de matar.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos