ANÁLISE: Palmeiras vence 'apenas' por 1 a 0, mas sai de campo com boas notícias para Abel

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Foto do Palmeiras antes do jogo (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


O Palmeiras teve mais uma atuação digna de goleada na Libertadores-2022, mas acabou vencendo o Emelec-EQU por apenas 1 a 0, na última quarta-feira, no Allianz Parque. Novamente com muitos gols perdidos, o Verdão teve sua vitória mais "magra" desta edição do torneio continental, mas tirou boas notícias do duelo, especialmente atuações individuais que trazem boas perspectivas.

GALERIA
> Relembre a invencibilidade fora de casa do Palmeiras na Liberta

TABELA
> Veja classificação e simulador da LIbertadores-2022 clicando aqui

> Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

Como tem feito na maioria dos jogos do torneio, Abel Ferreira optou por mesclar titulares e reservas, deixando Murilo, Zé Rafael, Raphael Veiga e Dudu como opções de banco, colocando em campo Kuscevic, Gabriel Menino, Atuesta e Rafael Navarro. Alguns deles recebendo chances importantes para um time que vai precisar de uma rotação.

A grande notícia foi Gabriel Menino, que mesmo com as equipes alternativas na Libertadores, não chegou a ser titular em nenhum dos outros quatro jogos. Diante do Emelec, porém, ele recebeu a oportunidade e agarrou muito bem. Jogando entre a faixa central e o lado direito do campo, alternando posições pelo meio e pela lateral.

O jovem, que foi um dos destaques do time entre 2020 e meados de 2021, contribuiu muito bem na marcação, na construção de jogadas, nas bolas paradas e em cruzamentos, sendo que um deles quase ocasionou um gol de Rony. Menino é um dos jogadores polivalentes com os quais Abel conta. Se ele voltar a jogar bem como na última quarta, o treinador ganhará uma peça essencial para a temporada.

Quem deu alguns lampejos de que pode ter margem para crescimento é Atuesta. Apesar de ter hesitado em algumas finalizações, o colombiano, jogando um pouco mais à frente, centralizado, teve boa movimentação e se mostrou mais atento.

Rony, jogando pelo lado direito e também como um segundo atacante, fez um jogo importante, com alguns erros, é verdade, mas ganhou bolas muito boas no duelo com os zagueiros adversários, e fez um alvoroço quando partiu em velocidade pelo corredor do lado esquerda da defesa do Emelec. Pode crescer quando joga por ali.

Gustavo Scarpa, por sua vez, não chega a ser uma novidades, mas mais uma vez teve uma boa atuação buscando não somente a faixa esquerda, mas construindo por ali. Sem Veiga, o camisa 14 assume mais essa organização do time e parece ter mais espaço para progredir. Não que ele não jogue bem com o camisa 23, mas o importante é que ele possa ser uma alternativa ao titular da função.

Por fim, quem teve uma boa atuação também foi o jovem Vanderlan. O lateral-esquerdo da base palmeirense entrou em campo no segundo tempo, substituindo Jorge. O desempenho foi bastante seguro na defesa, mas seu destaque foi essencialmente no apoio, tendo pelo menos dois lances perigosos que ficaram próximas de levar a bola para a rede. Ele já havia jogado bem contra o Bragantino.

Nenhuma dessas atuações foi memorável ou brilhante, mas foram interessante, principalmente do ponto de vista de um elenco cada vez mais curto, que tem sofrido com lesões. Com mais jogadores "confiáveis" e que possam entregar desempenhos de alto nível, fica mais fácil rodar o grupo em meio a essa maratona de jogos. Abel e o Verdão podem ter ganhado "reforços" para o restante de 2022.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos