Análise: Onde o Santos deve mandar os jogos? Vila Belmiro ou Pacaembu?

Um assunto sobre estádio tem sido muito debatido nos arredores do Santos. Mas não é em relação a uma possível construção de uma nova Arena. E sim a respeito de uma pergunta que tem ficado cada vez mais latente: onde o Santos deve mandar seus jogos? Na Vila Belmiro ou no Pacaembu?

Ricardo Oliveira Santos FC The Strongest Copa Libertadores 16032017


Peixe é forte jogando na Vila Belmiro, porém o baixo número de torcedores preocupa (Foto: MIGUEL SCHINCARIOL/AFP/Getty Images)

Os jogadores do Peixe, em praticamente todas as entrevistas quando questionados, são enfáticos: preferem jogar na Vila Belmiro pelo fato literal de jogar em casa.  Em contrapartida, a torcida santista não comparece. Mesmo o time time estando em boa fase ou tendo um confronto importante pela frente, é possível ver setores do estádio vazios, principalmente as cadeiras cativas. E o técnico Dorival Júnior parece já estar incomodado com a situação. Após apenas 6.266 torcedores assistirem ao triunfo santista diante do Paysandu pela Copa do Brasil, no último dia 26 - vale ressaltar que os sócios tinham direito ao seu ingresso gratuitamente - o comandante deu a letra na entrevista coletiva: não gostou do que viu.

Outro fator que tem deixado o ar pesado na Vila Belmiro é a política. O Santos passa por um ano de eleição e, com isso, alguns personagens da oposição tem ido ao estádio, só que não para apoiar o time, e sim para criticar a atuação e principalmente o comandante santista, que por vezes vira as costas para o jogo para discutir.

Pacaembu


Santos está invicto no Pacaembu há 19 jogos (Foto: Getty Images)

O Pacaembu vem por outro lado. O Santos não perde no estádio há 19 jogos (desde outubro de 2014), vencendo 18 deles. Além disso, a torcida do Santos é grande na capital paulista e, em contrapartida, comparece, fazendo o estádio receber uma média de 20 mil pessoas, aumentando a renda para o Alvinegro Praiano. Tanto é, que a diretoria santista tem apostado nos números e, por isso, colocou o time para enfrentar o Santa Fé, pela quarta rodada da fase de grupos da Copa Libertadores, com a promessa de levar o time à capital mais vezes.

Então, a dúvida permanece. Onde o Santos deve jogar? Na Vila Belmiro para um público baixo, adquirindo pouca renda, mas deixando seus jogadores em casa? Se a diretoria abaixar o valor das entradas, a torcida comparecerá? Ou vale a pena deslocar a equipe para São Paulo, visando os lucros, já que os números de invencibilidade um dia vão cair? É um assunto que rende e que parece estar longe de ter uma solução.