Análise: Cruzeiro FA terá de ajustar sua defesa para evitar o rápido ataque do Galo FA na final da Liga MGFL Hinova

·2 min de leitura


No último final de semana tivemos os finalistas da liga de futebol americana mais esperada da terra do pão de queijo. Cruzeiro FA e Galo FA venceram Nova Serrana Forgeds e Golden Lions respectivamente, para chegar à decisão da Liga MGFL Hinova que vem retornando com o futebol americano em Minas Gerais após o período da pandemia.

Um Raio-X dos desempenhos, com base nos dados das últimas partidas de cada equipe, mostrou quais os pontos fortes e fracos de Galo FA e Cruzeiro FA. A primeira análise, é da Raposa, que encara o alvinegro na segunda-feira, 15 de novembro, no SESC Venda Nova.

Fraquezas e forças da Raposa

O time celeste teve um início abaixo do esperado na partida contra o Nova Serrana Forgeds. A equipe do interior de Minas saiu na frente do placar, controlava o jogo, impondo dificuldades co Cruzeiro, que não se impôs de cara, como favorito do duelo.

A eficiência inicial do Forgeds, que soube neutralizar as principais saídas da Raposa de ataque e ainda utilizou as brechas no sistema defensivo, muito instável nos primeiros quartos.

Erros de passes, descidas não completadas e principalmente ansiedade nas conclusões das jogadas ofensivas, permitiram aos Forgeds comanda o placar em vários momentos do duelo.

O coach azul terá de organizar nos treinos da semana a defesa e compactar a leitura das jogadas adversárias para que no confronto diante do Galo FA, equipe mais qualificada que o time de Nova Serrana, não haja facilidades para chegar à Endzone cruzeirense.

Mas, como o Cruzeiro FA virou o jogo, achando sua melhor performance, a Raposa teve seus méritos. A preparação física foi essencial para que a equipe reagisse, já que os Forgeds tiveram uma queda evidente na parte física. Dai, o Cruzeiro reorganizou sua defesa, correu rapidamente ajustou o ataque, com passes em profundidade, superando o sistema defensivo rival.

Só que, contra o Galo FA, só ter força física pode não ser o suficiente para derrotar o rival na grande final. Parar o rápido ataque atleticano, que nos jogos contra o Manaus (amistoso) e Golden Lions, o que se viu é uma linha ofensiva que não perdoa quando tem espaço. E, as aberturas na defesa cruzeirense diante dos Forgeds deixaram claro que o Cruzeiro FA primeiro de pensar em não levar pontos, antes de atacar sem estratégia o rival. Confira abaixo detalhes dos dois times na segunda semifinal da liga.

liga certa
liga certa

liga

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos