Análise: Botafogo não é brilhante, mas estrela de Enderson aparece por vitória na alma e coração na Série B

·1 min de leitura


Se enumerar todas as atuações do Botafogo nesta Série B do Brasileirão, muito provavelmente o desempenho contra o Confiança, nesta quarta-feira no Estádio Nilton Santos, ficaria nas últimas posições. Pouco importa. A vitória por 1 a 0, com gol de Diego Gonçalves, foi mais que suficiente para aproximar o Alvinegro da elite do Campeonato Brasileiro.

Longe de uma atuação brilhante, mas com um resultado resplandecente, o Botafogo sai do Nilton Santos com a sensação de alívio, mas não de trabalho bem feito. De qualquer forma, pela altura do campeonato, o que mais importa no momento é garantir os pontos suficientes pelo acesso, que agora parece apenas questão de tempo.

Em campo, o Botafogo teve dificuldade para superar a defesa do Confiança. A equipe sergipana veio com a intenção de defender e apostar em erros do clube de General Severiano, impecável na parte defensiva. Diante de um adversário com linha baixíssima e marcando até mesmo com nove jogadores, o Alvinegro sucumbiu à própria falta de criatividade.

Ainda mais sem Chay, lesionado, a principal jogada foram inversões de Kanu buscando Hugo ou Marco Antônio no lado esquerdo. O primeiro tempo foi de poucos melhores momentos e um ar de aflição no Nilton Santos.

Tudo mudou com Luís Oyama, Warley e Diego Gonçalves entraram no jogo, aos 10 minutos do segundo tempo. A estrela de Enderson Moreira brilhou: lançamento do primeiro, assistência do segundo e gol do terceiro. Um gol feito apenas por substitutos. O dedo - ou a estrela - do treinador.

Na alma e no coração, como a torcida tanto cantou e ecoou no Estádio Nilton Santos, o Botafogo conquistou a vitória. Não foi brilhante, mas foi suficiente. Para o momento, isto basta.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos