Amor antigo entre Flamengo e Maracanã está próximo de cenário de separação litigiosa

Paulo Victor Reis

Um amor antigo está prestes a chegar ao fim. Parceiros de longa data, Flamengo e Maracanã devem seguir caminhos diferentes a partir de agora. A empresa francesa Lagardère deve anunciar em breve a compra da concessão do estádio, o que desagrada o Rubro-Negro. O clube já afirmou que não existe possibilidade de jogar no Templo do Futebol enquanto ele estiver sob a nova administração. Por isso, a partida contra o Atlético-PR, pela Libertadores, ganha tom de despedida.

Como ex-casais, Flamengo e Maracanã ainda poderão se encontrar ocasionalmente, quando o mando de campo for de outros clubes cariocas. O clube viveu alguns dos seus dias mais gloriosos no estádio, mas já afirmou que pode partir para a construção de sua 'casa própria'. O que por alguns poderia ser visto como 'traição' num relacionamento, nada mais é do que a solução encontrada pelo Rubro-Negro.

O presidente Eduardo Bandeira de Mello deixa claro que não haverá diálogo com a Lagardère. O clube, porém, não joga a tolha e ainda crê numa nova licitação, o que não deve ocorrer.

- O que esperamos é que haja bom senso por parte das autoridades estaduais e essa concessão seja descontinuada, e que haja uma nova licitação com participação dos clubes, para que a gente possa transformar o Maracanã em um negócio altamente rentável e atrativo do ponto de vista esportivo e financeiro. Para que essa ameaça de se entregar o maior templo do futebol nas mãos de atravessadores, a aventureiros, não passa de um pesadelo - disse Bandeira ao SporTV.

Em nota publicada nesta semana, o clube disse esperar por apoio de seus torcedores nesta situação. Apesar de muito modificado ao longo dos anos, o Maracanã sempre foi visto como 'a casa do Flamengo' por muitos torcedores. Quando o estádio esteve fechado, rubro-negros fizeram manifestações pela sua reabertura.

Os torcedores mais românticos que acompanham a tudo ansiosamente estão com o coração na boca. O casamento entre Flamengo e Maracanã está por um fio, prestes a terminar.









E MAIS: