Amigo de Filipe Luís, do Flamengo, revela hábito inusitado do lateral por aprimoramento tático

·1 min de leitura


Na reta final da temporada passada, Filipe Luís estendeu o seu vínculo com o Flamengo até dezembro de 2022. O lateral-esquerdo, aos 36 anos, nunca escondeu a sua ambição de se tornar treinador após penduras as chuteiras, inclusive brincando que treinará Gerson em um hipotético retorno do meio-campista ao clube.

E o ex-lateral-esquerdo Guilherme Siqueira, antigo companheiro de Filipe nos tempos de Atlético de Madrid e atualmente agente do camisa 16, contou detalhes que indicam a paixão do atleta pelos aspectos técnicos e táticos do jogo e a preocupação quanto ao desempenho pessoal, revelando até uma hábito inusitado: contato frequente com técnicos rivais.

- O Filipe é incrível, ele é muito inquieto. Ele liga para os treinadores aqui do Brasil para perguntar, se ele vê alguma coisa num jogo, ele fala “gostei daquele movimento ali”, ele liga para o treinador, ele pergunta, independentemente se é ou não rival, se o cara vai jogar contra ele no fim de semana.

- Ele ama tática, técnica, é o que ele vai querer ser após o término da carreira. É claro que ele sabe que para começar é um mundo diferente, é um dia a dia totalmente diferente daquilo que ele é acostumado. Acho que ele vai querer começar aos poucos, ele tem hoje uma família onde a esposa dele é espanhola, o Filipe tem casa em Madri - completou Guilherme Siqueira, em entrevista ao canal "ESPN Brasil".

Assim como todo o elenco do Flamengo, Filipe Luís se reapresentará para a temporada 2022 no dia 10 de janeiro, já sob o comando do técnico Paulo Sousa. O português chegará ao Ninho do Urubu com outros sete novos membros na comissão técnica (conheça-os aqui).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos