America critica troca do nome do Maracanã: 'Sabemos bem a importância de preservar tradições'

LANCE!
·2 minuto de leitura


O America Football Club compartilhou, nesta quinta-feira, uma mensagem aos torcedores contrariando a decisão da Alerj que autoriza o governador do Rio de Janeiro Cláudio Castro a alterar o nome do Estádio Mário Filho, o Maracanã. O clube, sete vezes campeão Carioca, alegou que Pelé merece ser lembrado, mas ressaltou que o jornalista que dá nome ao estádio não pode ser apagado da história por onde tanto fez pelo futebol do Rio.

+ Confira a tabela do Cariocão e veja os próximos jogos

- Na condição de um dos principais protagonistas da história do estádio, o America conclama seus co-irmãos a entrarem nesse debate, que não pode ser conduzido sem a participação dos clubes cariocas. Como se já não bastasse a total descaracterização do templo do nosso futebol, agora querem alterar seu nome - digitou o clube em sua conta no Twitter.

O clube carioca, que atualmente disputa a segunda divisão do estadual do Rio de Janeiro, já foi responsável por grandes jogos e de encher o Maracanã em diversas partidas no último século. Embora, na visão do time, Pelé seja o rei, Mário Filho merece ser recordado. O jornalista lutou, me 1940, para a popularização do estádio.

- Que fique claro que não há aqui qualquer questionamento a respeito da importância do Rei Pelé para o futebol do Brasil e do mundo. Mas é preciso que se diga que Mario Filho foi, com justiça, homenageado com o nome daquele que já foi o maior estádio do mundo, por ter sido, além de um dos principais cronistas do futebol carioca e brasileiro, o principal responsável pela escolha da localização do estádio - diz o America, que finaliza:

- Com sua história mais que centenária, o America sabe bem a importância de se preservar as tradições do povo e da cidade do Rio de Janeiro.

Vale lembrar que, após ser aprovada na Alerj, a decisão final está nas mãos do governador. No texto aprovado pelos deputados, o complexo poliesportivo do Maracanã, que conta com o estádio de futebol, o Maracanãzinho, o parque aquático Júlio Delamare e o estádio de atletismo Célio de Barros, passaria a se chamar Complexo Mário Filho, para continuar homenageando o jornalista.

Já o estádio seria chamado de Estádio Edson Arantes do Nascimento - Rei Pelé. Familiares de Mário Filho criticaram a decisão dos políticos cariocas.