AMD registra crescimento recorde e vive bom momento financeiro em 2020

Wagner Wakka
·2 minuto de leitura

A AMD está voando em 2020. A companhia anunciou nesta semana os resultados financeiros do terceiro trimestre de 2020, com números recordes para o período. Ela registrou receita de US$ 2,8 bilhões no período, o que representa um aumento de 56% no comparativo anual.

“Nós registramos o quarto trimestre seguido com aumento acima dos 25% no comparativo anual, mostrando o momento significativo no mercado doméstico”, aponta Lisa Su, CEO e presidente da AMD.

O resultado é acompanhado não somente de alta receita, mas também do quanto a empresa ganhou após os custos. Os lucros líquidos da companhia fecharam em US$ 390 milhões, um salto de 225% em relação ao ano passado, quando registrou US$ 120 milhões.

<em>Arte e dados: AMD</em>
Arte e dados: AMD

Com isso, os lucros por ação da empresa subiram dos US$ 0,11 no ano passado para US$ 0,32, quase triplicando no comparativo anual.

Motivos

De acordo com o documento, todos os setores registraram alta. O braço de computação e componentes gráficos (incluindo processadores e GPUs) registrou US$ 1,67 bilhões em receita, com aumento de 31% ano a ano.

“A receita foi maior no comparativo anual principalmente pelo aumento significante em vendas de processadores Ryzen”, informa o documento. Também houve elevação no setor de placas gráficas no comparativo trimestral.

O segundo segmento que registrou a maior alta foi o empresarial (Enterprise, Embedded and Semi-Custom). Ele teve um salto de 116% no comparativo anual e 101% no trimestral. Ou seja, houve uma clara elevação de demanda no setor.

No total, este braço da AMD registrou US$ 1,13 bilhão em receita no trimestre em função do aumento de vendas em semi-custom e processadores EPYC.

Previsão

A perspectiva da companhia é de aumento para o resto do ano. Isso porque a AMD é responsável pelos processadores e GPUs do Xbox Series X e S e do PlayStation 5, que serão lançados em novembro. Ainda, a empresa está atualizando sua linha Ryzen e Radeon, o que geralmente significa novo boom em vendas.

Assim, a expectativa é de um quarto trimestre de 2020 com receita na casa dos US$ 3 bilhões, aproximadamente 41% a mais no comparativo anual. A mesma porcentagem é esperada para a receita anual de 2020, em comparação com 2019.

Vale lembrar que, no último dia 27, a AMD também anunciou a compra da Xilinx, fabricante de componentes FPGA, pelo equivalente a US$ 35 bilhões em ações.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: