Ambientado ao Atlético-MG, Marlone vislumbra sequência como titular

BELO HORIZONTE, MG (UOL/FOLHAPRESS) - Marlone está no Atlético-MG há menos de duas semanas, mas age como um veterano na Cidade do Galo. As amizades com Danilo Barcelos, Elias e Fred, companheiros do atleta em outros clubes, são preponderantes para que ele esteja ambientado em Belo Horizonte.

Aos 25 anos, o dono da camisa 92 enaltece a harmonia no elenco e destaca a possibilidade de falar sobre outros assuntos com os colegas.

‘A gente conversa não só de futebol, mas de vida, família, troca de experiências. Isso gera amizade. É sinal de que o grupo é muito bom, as pessoas gostam de ficar perto das outras. Isso é bom, você corre pelo companheiro, dá um passe ao invés de chutar‘, comentou.

‘Desde o primeiro dia que cheguei fui bem recebido. Conhecia alguns atletas. Me abraçaram, me acolheram, já estou até dando risada com alguns. Aqui é uma família e tem tudo para gente evoluir esse ano. Estou bem adaptado‘, acrescentou.

Se fora de campo as coisas vão bem, Marlone projeta que aconteça o mesmo dentro das quatro linhas. Prestes a ser titular pela primeira vez no jogo diante da Caldense, neste domingo (9), pela 11ª rodada do Campeonato Mineiro, o jogador celebra a possibilidade de ter uma chance com Roger Machado:

‘Estou trabalhando para isso. Estou à disposição do professor Roger. Quero entrar e fazer meu melhor, corresponder à altura, fazer o meu melhor. O grupo também está preparado para isso. Se ele optar por mim, para começar jogando, vou dar o meu melhor e ajudar a equipe‘, concluiu.