América-MG empata com a Ponte, mas retoma vice-liderança da série B

Valinor Conteúdo
·2 minuto de leitura


O América-MG empatou com a Ponte Preta por 1 a 1, gols de Geovane para o Coelho, com Guilherme Pato empatando duelo, neste sábado, 7 de novembro,, no Independência, pela 20ª rodada do campeonato, a primeira do returno.

O Coelho retomou a vice-liderança da competição, superando o Cuiabá, que está com os mesmos 36 pontos da equipe do Mato Grosso, mas possui vantagem nos critérios de desempate.

Já a Ponte voltou ao G4, chegando a 31 pontos, mesma pontuação do Juventude, ambos com 31, também superando o rival nos critérios de desempate.

Foi o quarto encontro dos times este ano. Mineiros e paulistas disputaram o duelo no primeiro turno da Série B, uma vaga nas oitavas de final da Copa do Brasil, com o América se classificando no confronto e este confronto que terminou empatado no Independência.

O Coelho agora irá focar as energias no primeiro duelo das quartas de final da Copa do Brasil, quarta-feira, 11 de novembro, em Porto Alegre, contra o Internacional. A partida de volta será no dia 18, no Independência e o Coelho busca uma inédita semifinal.

Próximos jogos

O Coelho volta a campo no sábado, 14 de novembro, às 21h30, diante do Cuiabá. O compromisso da Ponte é com o Brasil de Pelotas na sexta-feira, 13, às 16h, em Campinas.

FICHA TÉCNICA

AMÉRICA-MG 1 x 1 PONTE PRETA
Data-Horário: 7 de novembro, às 18h30
Estádio-Local: Independência, Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Eduardo Tomaz de Aquino Valadão(GO)
Assistentes: Cristhian Passos Sorence(GO) e Cleriston Clay Barreto Rios(SE)
Cartão amarelo: Dawhan(PON)
Cartões vermelhos:-

Gols: Geovane, aos 16’-1ºT(1-0), Guilherme Pato, aos 31’-2ºT(1-1)

América-MG: Matheus Cavichioli, Diego Ferreira, Messias(Joseph, aos 30’-2ºT), Anderson Jesus e João Paulo, Zé Ricardo, Juninho e Geovane(Alê, aos 16’-2ºT); Felipe Azevedo(Marcelo Toscano, aos 17’-2ºT), Ademir(Neto Berola, aos 38’-2ºT) e Rodolfo(Léo Passos, aos 17’-2ºT). Técnico: Lisca.


Ponte Preta: Ygor Vinhas, Apodi, Luizão(Wellington Carvalho, aos 39-1ºT), Ruan Renato e Guilherme Lazaroni; Barreto(Camilo-intervalo), Dawhan, Luis Oyama(Guilherme Pato-intervalo) e João Paulo(Vinicius Zanocelo, aos 30’-2ºT); Bruno Rodrigues e Tiago Orobó(Matheus Peixoto, aos 21’-2ºT). Técnico: Marcelo Oliveira