América-MG é parceiro de coletivos LGBTQ+ com a camisa 'Vista esse Orgulho' contra o preconceito

Valinor Conteúdo
LANCE!


Respeito e inclusão devem existir em qualquer ambiente. Mas no futebol, infelizmente, o preconceito e a LGBTfobia ainda têm espaço dentro e fora dos gramados. Uma realidade que só pode ser transformada com a união de clubes, torcedores, atletas, imprensa e admiradores do esporte.

Por isso, o América-MG e a Sparta, marca própria do Coelho, se uniram ao Coletivo Marias de Minas e ao Bharbixas, equipe poliesportiva LGBTI+ de Belo Horizonte, para encarar o preconceito e defender o respeito à diversidade nos estádios de futebol. Juntos, apresentamos a campanha Vista esse Orgulho!

A campanha vai criar uma camisa que propague a mensagem de inclusão e respeito à diversidade no futebol. Um item assinado pela Sparta e voltado para torcedores de todos os clubes. Afinal, quando o assunto é respeito, todos jogam no mesmo time.

A camisa será totalmente desenvolvida por designers do Marias de Minas e do Bharbixas, garantindo que a mensagem tenha representatividade e voz de pessoas LGBTQI+.

O desenvolvimento da camisa será divulgado ao longo das próximas semanas, nos canais oficiais do América. O produto será apresentado em julho, quando estará à venda para que os torcedores possam vestir o orgulho LGBTQI+ e reforçaram o combate à discriminação.

-Essa ação representa muito mais do que uma simples campanha de um time de futebol. Ela dá representatividade, voz e identidade para uma causa que, dentro do futebol, é silenciada e invisível. Quando temos ações como essa, tornamos o futebol mais democrático e plural. Para o Marias de Minas, estar junto do América nesta caminhada é histórico. Essa é uma causa que vai além das quatro linhas e envolve times diferentes. Mostramos para o futebol que existe rivalidade dentro de campo, mas quando falamos sobre respeito, todos jogamos juntos- afirma Yuri Senna, representante do Coletivo Marias de Minas.









-De cânticos a gritos homofóbicos, os LGBTs sempre encontraram resistência no futebol, seja dentro ou fora de campo. O Bharbixas surgiu com essa proposta de tornar o futebol um espaço mais receptivo e agregador para os amantes do esporte, independente da sua orientação sexual e identidade de gênero. O esporte é refúgio, é revolucionário, é vida! E nós, do Bharbixas, nos sentimos muito honrados em poder dar mais este passo em conjunto com o Marias de Minas e um grande time do Brasil, como o América, no combate à LGBTfobia- comenta Gustavo Mendes, Presidente do Bharbixas.

Erley Lemos, Diretor de Marketing e Negócios do América, reforça a importância do papel do Clube nesse tipo de ação e espera que a campanha possa contribuir para o fim da discriminação.

-Mais do que falar sobre a causa, entendemos que nosso papel como Clube é o de incorporá-la, de fazer parte dessa luta por um ambiente inclusivo, sadio e seguro no futebol. E foi isso o que evoluímos nos últimos três anos, passo a passo, até chegar nessa parceria. O América e a Sparta estão muito honrados com essa parceria e esperamos contribuir para mudanças positivas na realidade das pessoas LGBTQI+ dentro do futebol- comenta o dirigente.

PRÓXIMOS PASSOS

O desenvolvimento da camisa poderá ser acompanhado pelos canais oficiais do América. Nos próximos dias, vamos apresentar a equipe de designers que vai dar vida ao projeto e, paralelamente, vamos abordar temas importantes sobre o combate à LGBTfobia no futebol.

Conheça os coletivos

A Marias de Minas é uma torcida LGBTQI+, criada por torcedores do Cruzeiro Esporte Clube, que luta pela inclusão e respeito à comunidade LGBTQI+ no futebol. Nasceu em maio de 2019 a partir de uma campanha lançada para reunir torcedores LGBTQI+ e discutir meios de combater a LGBTfobia no futebol. O grupo hoje conta com quase sessenta membros.

O Bharbixas foi criado em junho de 2017 quando quando outros times em outros estados pelo Brasil começaram a tomar visibilidade, tanto pela causa quanto pela luta da inclusão, sendo a principio, no futebol. O número de membros crescendo rapidamente e, em pouco tempo, formou-se um time com condições de participar de competições. O Bharbixas foi vencedor da primeira edição da Champions Ligay, o campeonato de futebol LGBT+ e, depois, passou a incluir outros esportes como vôlei, handebol e a dança em sua grade de atividades.















Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também