Alvo do Racing, Sampaoli descarta negociação, por ora: 'Seria desrespeitoso com o Santos'

Gabriela Brino
LANCE!

Jorge Sampaoli está indeciso sobre ficar no Santos para 2020. E apesar de ser bem improvável que fique, o argentino se negou a dar uma resposta imediata ao Racing, interessado pelo técnico.

SIGA O YAHOO ESPORTES NO INSTAGRAM

Após a goleada por 4 a 1, Sampaoli afirmou que dar qualquer possibilidade ao Racing seria um desrespeito com o Santos e que analisará sua situação apenas em 2020.

Leia também

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

- Intenção do Racing é real. Tenho boa relação com Milito, mas é algo geral. Expliquei sobre o foco até 8 de dezembro, quero fazer mais pontos, fazer história. Não quero ouvir outra possibilidade. Se posso analisar outra equipe para 2020, faltaria respeito ao Santos. E nunca faria. Não sinto isso - disse.

O argentino, inclusive, explicou que o principal motivo para ele não cravar sua saída para a próxima temporada é o planejamento do Santos. Em reunião com o superintendente Paulo Autuori, a situação se mostrou complicada.

- Não sei o plano para 2020. Plano que conversei com Autuori era dificultoso. Necessitava vender mais que adquirir, diminuir o pressuposto. Foi uma reunião apenas. Desconheço a realidade. Paulo e Volpato conversaram comigo e situação era desanimadora diante de uma equipe que precisa mais para brigar por títulos. Não sei a ilusão de quem comanda o Santos. Se é o presidente ou substituto para Paulo Autuori - acrescentou.

Apesar da indecisão, Sampaoli garantiu ao Santos a vaga direta na Libertadores de 2020. O time está em segundo colocado na tabela do Brasileirão, com 68 pontos, empatado com o Palmeiras.

Siga o Yahoo Esportes

Twitter | Flipboard | Facebook | Spotify | iTunes | Playerhunter

Leia também