Alonso exalta volta ao GP do Bahrein após perder prova em 2016

Na abertura da temporada de 2016 da Fórmula 1, Fernando Alonso sofreu um acidente no GP da Austrália e, ainda em processo de recuperação, o espanhol não disputou a prova no Bahrein. No atual campeonato, a corrida acontece no próximo domingo, e o piloto da McLaren está ansioso por voltar a competir no deserto.

Leia mais:

Alonso é o mais bem pago da F1; confira a lista dos salários de 2017

“Estou ansioso para voltar ao Bahrein, especialmente porque perdi a corrida do ano passado. Tenho boas lembranças das minhas três vitórias lá, e corridas no entardecer são sempre uma experiência divertida. Será outra corrida desafiadora para nós”, declarou o espanhol.

No campeonato de 2017, porém, Alonso não vive um bom momento. Nas duas primeiras corridas do ano, o espanhol não recebeu a bandeira quadriculada, abandonando ambas as provas. Mesmo assim, o bicampeão exaltou o ritmo alcançado na China, e espera ter um bom desempenho na prova deste domingo.

“Nossa primeira prioridade é garantir que temos confiabilidade contra o calor e as duras condições do deserto, antes que possamos começar a pensar sobre o desempenho. Antes de abandonar o GP da China, nosso ritmo era mais forte do que o esperado, então ficarei satisfeito se pudermos ter mais boas surpresas no Bahrein”, finalizou.

Também nesta quarta-feira, Alonso chamou a atenção do mundo do automobilismo ao anunciar que não disputará o Grande Prêmio de Mônaco, um dos mais tradicionais do calendário da Fórmula 1, para participar das 500 Milhas de Indianápolis, prova mais importante da Fórmula Indy.

Veja abaixo os capacetes dos pilotos de 2017 da F1.