Alonso completa teste na Indy e fica liberado para correr as 500 milhas

Fernando Alonso está pronto para correr nas 500 milhas de Indianápolis. O piloto espanhol realizou, nesta quarta-feira, o Programa de Orientação para Novatos (ROP em inglês), requisito obrigatório para os iniciantes que desejam participar da grande prova de circuito oval da categoria.

O ROP é dividido em fases e obriga que o piloto mantenha um intervalo de velocidade média em determinado número de voltas. Nas primeiras 10, o velocímetro deve se manter entre 328 e 336 km/h, nas 15 seguintes, entre 336 e 344 km/h e, nas últimas 15, acima de 344 km/h.

Fernando’s first day behind the wheel of his #McLarenHondaAndretti. Hype + fever all rolled into one. Excited, much? 🏁 👊 pic.twitter.com/eBHuaA9bgS

— McLaren (@McLarenF1) 3 de maio de 2017


Nesta tarde, Alonso teve um bom rendimento e atingiu velocidade máxima de 355 km/h. Depois de 55 voltas, o espanhol alcançou a média de 351 km/h, sem acidentes.

“Foi legal. Foi um bom jeito de começar. Um pouco difícil no começo, mas depois me senti bem. Tomara que possamos ter mais testes para conhecer o carro, por hoje foi o carro que me pilotou, em vez de o contrário. Agora é que começa para valer”, declarou o piloto, que também disputa a Fórmula 1 pela McLaren.

Acompanhado de perto pelos chefes de sua equipe na F1, o bicampeão da temporada em 2005 e 2006 tem total respaldo. Zak Brown, diretor executivo da McLaren, se mostrou contente com a euforia e empolgação de Alonso.

“Eu me sinto como um fã e estamos todos muito ansiosos. Fernando está muito ansioso. Ele parece um garotinho. Vocês precisam ver as mensagens que ele me manda. Ele assistiu a umas 25 corridas das 500 milhas. Ele assistiu à corrida de Ed Carpenter toda através da câmera onboard. Nunca o vi tão contente”, apontou Brown.

As 500 milhas de Indianápolis serão disputadas no dia 28 de maio. Por conta da participação na corrida estadunidense, Alonso não poderá correr pelo GP de Mônaco da Fórmula 1.