Alonso assume comando do Uruguai confiante na classificação para Copa do Catar-2022

·3 min de leitura
O novo técnico da seleção uruguaia, Diego Alonso, em entrevista coletiva no estádio Centenário, em Montevidéu, no dia 4 de janeiro de 2021 (AFP/Dante Fernandez)

Com total confiança em seus jogadores, Diego Alonso assumiu nesta terça-feira o cargo de técnico da seleção uruguaia, convencido de que a 'Celeste' vai se recuperar nas Eliminatórias e se classificar para a Copa do Mundo do Catar-2022.

Alonso assume o comando da equipe em meio a uma profunda crise de resultados que precipitou a saída do veterano Oscar Tabárez e deixou os uruguaios fora da zona de classificação faltando quatro jogos para o fim do torneio.

"Acredito profundamente que o Uruguai está fazendo as coisas do jeito que devem ser feitas na próxima Copa do Mundo", disse Alonso em entrevista coletiva no estádio Centenário, em Montevidéu.

"A confiança que tenho nos jogadores da seleção nacional" é total, "o que eles fizeram e podem fazer é infinito", disse o ex-técnico do Inter Miami, da Major League Soccer.

'El Tornado Alonso', apelido que ganhou quando era atacante da Celeste, aproveitou grande parte da longa coletiva para elogiar os jogadores uruguaios, mas não quis nomear ninguém em particular.

O novo técnico deve divulgar a primeira lista de convocados no final desta semana com nomes tradicionais como o capitão Diego Godín e os atacantes Luis Suárez e Edinson Cavani, mas também com algumas novidades.

O goleiro Sebastián Sosa, do Independiente argentino, que nunca poderia ser uma das grandes surpresas da convocação, segundo a mídia local.

Com as potências Brasil e Argentina já classificadas e com o Equador em terceiro lugar a um passo de garantir uma vaga no Catar, o Uruguai, que está em sétimo lugar, brigará pela quarta posição - última que classifica diretamente - com Colômbia e Peru (ambos com 17 pontos) e Chile, com 16 pontos, assim como a Celeste.

O quinto colocado precisa disputar um playoff com uma seleção de outro continente.

- "Dominar" os adversários -

A chegada de Alonso, de 46 anos, foi confirmada no final de 2021 e foi adiada devido à pandemia de covid-19. O técnico testou positivo para o vírus quando estava em uma viagem pela Europa para conversar com membros da seleção uruguaia.

Alonso começou sua carreira de treinador no Bella Vista e no popular Peñarol antes de ir para o México, onde treinou Pachuca e Monterrey. No Paraguai comandou o Guaraní e o Olimpia, antes de se transferir para o Inter Miami, time que tem David Beckham entre seus donos.

Como treinador "gosto de dominar os jogos através da fase defensiva com a pressão e também na fase de jogo com que possa criar", afirmou o técnico.

"Vamos ter variantes e as possibilidades" para construir uma equipe que possa dominar os jogos.

E o primeiro grande desafio para Alonso e os 'Charrúas' será a visita ao aguerrido Paraguai, no final de janeiro em Assunção. Depois, em fevereiro, O Uruguai recebe a Venezuela em Montevidéu e em março enfrenta o Peru em casa e fecha o torneio contra o Chile, fora de casa.

- Conversa com Tabárez -

Alonso confirmou que conversou com o 'maestro' Oscar Tabárez, que foi demitido após um longo período em que recolocou o Uruguai na elite do futebol mundial com a quarta colocação na África do Sul-2010 e o título da Copa América de 2011, além das participações nas Copas de 2014 (em que chegou às oitavas de final) e de 2018 (quartas de final).

"Tive contato com o mestre", confirmou Alonso. "Recebi a resposta que esperava, sendo a mesma de sempre, (mas) preferiria manter a comunicação que tivemos em privado", disse.

Com a era Tabárez no passado, Alonso avisa: "Cada treinador tem o seu livrinho e nós daremos (à seleção uruguaia) a nossa marca e tentaremos transmitir o que sentimos pelo futebol".

Alonso terá entre seus colaboradores o preparador físico do Atlético de Madrid, o professor Oscar Ortega, que conta com a aprovação da equipe de Diego Simeone para acompanhar os jogadores da Celeste nos treinos antes de cada partida das Eliminatórias.

bur-gfe/lda/elg/aam

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos