Allan fala em 'marcação desleal' pelo excesso de cartões e se coloca à disposição para jogar a Copa América

·1 minuto de leitura


O volante Allan, do Atlético-MG, tem 22 cartões amarelos e quatro vermelhos em 64 jogos com a camisa alvinegra. Desde que chegou ao clube, esses números tem sido mais destacados do que seu poder de marcação e desarmes na equipe.

Allan se defendeu e disse que há uma marcação desleal com ele e que não é um jogador violento. O atleta alvinegro inclusive fez um “comercial” de si mesmo se oferecendo para defender a Seleção Brasileira na Copa América, que será disputada no Brasil a partir da outra semana.

O meio de campo do Galo afirmou que se os atletas que estão no atual grupo não quiserem jogar o torneio, estará à disposição de Tite. Notícias vindas da Granja Comary garantem que há um movimento de atletas para não jogar a Copa América por questões sanitárias. Confia o que Allan disse nos vídeos da matéria.

Allan foi expulso três vezes em 2020 e não jogará contra o Coritiba, no dia 26 de dezembro
Allan foi expulso três vezes em 2020 e não jogará contra o Coritiba, no dia 26 de dezembro

Allan disse estar à disposição de Tite caso os atletas da Europa não queiram jogar a Copa América-(Bruno Cantini/Atlético-MG)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos