Bolsonaristas vão à casa de Felipe Neto: “Nunca imaginei passar por isso”

Yahoo Vida e Estilo
Felipe Neto em entrevista ao 'Jornal Nacional' (Reprodução / Globoplay)
Felipe Neto em entrevista ao 'Jornal Nacional' (Reprodução / Globoplay)

Felipe Neto voltou a ser atacado nesta quinta-feira (30), mas não nas redes sociais. Simpatizantes do presidente Jair Bolsonaro foram com um carro de som à portaria do condomínio do influenciador e empresário no Recreio dos Bandeirantes, no Rio de Janeiro.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 minuto e receba todos os seus e-mails em um só lugar

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Siga o Yahoo Vida e Estilo no InstagramFacebook e Twitter

“Chega! É Felipe Neto. A gente vai se encontrar em breve. Quero ver se você é macho. Quero ver você tirar onda comigo. Seus seguranças não me intimidam não. Aqui o bonde é pesado”, disse o apoiador do presidente que foi com um carro de sol insultar Neto em frente à sua casa.

Leia também

Em uma entrevista de sete minutos, Felipe lamentou o ponto que as coisas chegaram. “Virem atrás de mim, na minha casa, é um nível de perseguição que não imaginei que aconteceria. É como um vilão de novela que nunca imaginei que pudesse acontece na vida real. Mas existe, ele acontece. Estou vendo na prática até onde as pessoas são capazes de ir”, disse.

A reportagem ainda destacou que e o empresário reforçou a segurança da sua família, contratou especialistas em tecnologia que rastreiam e registram as ameaças virtuais a ele e repassam à polícia e também contratou uma equipe de advogados para processar todas as pessoas que cometem crimes contra ele.

“Nunca imaginei que pudesse passar por isso. Nunca dei qualquer margem, ou levantei qualquer tipo de insinuação a qualquer pessoa que pudesse me associar a esse crime tão perverso e odioso. Por não terem nada para falar sobre mim, inventarem posts”, relatou ao ‘Jornal Nacional’.

O jornalístico ainda ressalta que Felipe criticou o governo do PT durante a gestão de Dilma Rousseff com questiona a gestão de Jair Bolsonaro. “Pegarem a minha foto e montarem no photoshop posts como se eu tivesse escrito. Mostra o quão vil é o coração das pessoas e estão dispostas a fazer o que quer que seja”, ressaltou.

Felipe ainda pediu moderação. “Discorde, me questione, exponha erros que eu tenha cometido, mas não minta. Não tente atacar com ódio, com raiva ou vontade de arruinar a vida da pessoa. O que está acontecendo comigo hoje pode acontecer amanha pode acontecer comigo, com você, qualquer pessoa do país”, lembrou.

Neto também lembrou que todos somos responsáveis pelo que compartilhamos. “Tenha responsabilidade usando as redes sociais. Entenda que essa campanha de assassinato de reputações é feia através de mentiras e manipulação. Esses grandes líderes manipulam justamente essas pessoas que fazem os encaminhamentos (nas redes sociais). Não sejam manipulados por essa pessoa, por essa orquestra”, pediu.

Leia também