Alheio a quedas, Carille está invicto nos mata-matas em Itaquera

Enquanto o Corinthians ainda vive sob a sombra de cinco eliminações em dez jogos decisivos disputados no estádio de Itaquera, o técnico Fábio Carille pode ostentar o fato de ter um retrospecto quase perfeito em partidas válidas por mata-mata na casa alvinegra, como o embate diante do Botafogo-SP, marcado para as 16h (de Brasília) deste domingo, na capital paulista.

Em quatro partidas deste tipo disputadas como comandante do Timão, Carille obteve três vitórias e um empate. Em duas delas, o duelo valia a vaga na próxima fase, como no 1 a 1 contra o Luverdense, pela terceira fase da Copa do Brasil deste ano, e no 1 a 0 sobre o Fluminense, pela edição do ano passado do torneio nacional.

Naquela ocasião, por sinal, o treinador assumiu o comando e, três dias após a demissão do técnico Cristóvão Borges, assegurou a breve continuidade no torneio. Na fase seguinte, abriu o confronto de quartas de final ganhando do Cruzeiro por 2 a 1, em casa. Já sob o comando de Oswaldo de Oliveira, porém, os alvinegros acabaram superados por 4 a 2 no Mineirão e foram eliminados.

O quarto duelo do tipo disputado por Carille em Itaquera foi justamente o da última quarta-feira, na vitória por 2 a 0 sobre a Universidad de Chile, que deu boa vantagem à equipe para o confronto da volta, marcado para o dia 10 de maio, em Santiago. Todos jogos que dão a ele uma lembrança muito mais doce do que aquela que permeia o restante dos corintianos.

Apenas em 2015, o Corinthians se despediu de três torneios dentro do seu estádio, duas vezes contra rivais – caiu nos pênaltis diante do Palmeiras, no Campeonato Paulista, deixou a Copa do Brasil com uma derrota para o Santos e foi surpreendido pelo modesto Guaraní, do Paraguai, na Copa Libertadores da América.

No ano seguinte, as derrotas para Grêmio Osasco Audax, outra vez nos pênaltis, no Estadual, e para o uruguaio Nacional, na Libertadores, provocaram novas gozações entre torcedores de outras equipes. Nada disso, porém, parece tomar o pensamento do confiante Carille.

“Não posso e não me preocupo. A pressão existe desde o amistoso contra o Vasco, lá na Flórida, quando falavam que eu não ia ficar dois jogos. Dia a dia temos que fazer de tudo para ter uma grande vitória”, afirmou o técnico, que precisa apenas de mais uma vitória para assegurar vaga na semifinal do Estadual. Um triunfo dá a vaga ao rival, enquanto um empate leva a decisão para os pênaltis.

Ao todo, o Corinthians já jogou 96 vezes em Itaquera. O retrospecto é extremamente positivo: 68 vitórias, 21 empates e somente sete derrotas, com 181 gols marcados e 57 sofridos.

Confira os jogos em que o Corinthians saiu de Itaquera classificado:

Corinthians 3 x 1 Bragantino – 3 de setembro de 2014 – Copa do Brasil

Corinthians 1 x 0 Ponte Preta – 11 de abril de 2015 – Campeonato Paulista

Corinthians 4 x 0 Red Bull Brasil – 16 de abril de 2016 – Campeonato Paulista

Corinthians 1 x 0 Fluminense – 21 de setembro de 2016 – Copa do Brasil (com Carille)

Corinthians 1 x 1 Luverdense – 15 de março de 2017 – Copa do Brasil (com Carille)

Relembre as eliminações do Corinthians em Itaquera:

Corinthians 2 (5) x (6) 2 Palmeiras – 19 de abril de 2015 – Campeonato Paulista

Corinthians 0 x 1 Guaraní-PAR – 13 de maio de 2015 – Copa Libertadores da América

Corinthians 1 x 2 Santos – 26 de agosto de 2015 – Copa do Brasil

Corinthians 2 (1) x (4) 2 Grêmio Osasco Audax – 23 de abril de 2016 – Campeonato Paulista

Corinthians 2 x 2 Nacional-URU – 4 de maio de 2016 – Copa Libertadores da América