Alguns jogadores podem ter "preocupações legítimas" com vacina contra Covid, diz chefe de associação

·2 min de leitura
Cartaz em homenagem ao trabalho dos profissionais de saúde durante a pandemia de Covid-19 em Old Trafford, estádio do Manchester United

(Reuters) - O presidente-executivo da Associação de Futebolistas Profissionais (PFA, na sigla em inglês), Maheta Molango, disse que alguns jogadores podem ter "preocupações legítimas" em decidir não tomar a vacina contra Covid-19, mas que a PFA está tentando ajudá-los a fazer a "escolha certa".

A Liga de Futebol Inglesa disse na semana passada que 25% de seus jogadores de 72 clubes não pretendem ser vacinados, mesmo com surtos da doença forçando o adiamento de jogos nas várias divisões.

A Premier League, que também sofreu adiamentos devido ao vírus, informou que 92% dos jogadores e funcionários dos clubes receberam uma, duas ou três doses da vacina contra Covid-19, com 84% dos jogadores ainda na "jornada de vacinação".

A primeira divisão inglesa disse na segunda-feira que houve um recorde de 90 novos casos de coronavírus entre jogadores e funcionários na última semana.

O ministro do Esporte, Nigel Huddleston, pediu aos jogadores de futebol que "superem sua relutância" em tomar a vacina contra a Covid-19 porque é uma responsabilidade social deles.

Molango disse à BBC que a PFA apoia a vacinação, mas acrescentou que ela é "apenas uma peça do quebra-cabeça".

"Temos que ter cuidado com avaliações simplistas demais das situações", disse Molango.

"(Os jogadores são) as mesmas pessoas que alguns meses atrás, quando eu estava em casa e a maioria das pessoas estava em casa, foram informadas a sair e jogar sem vacinas, que não havia 'preocupações, vocês vão ficar bem'."

"Estamos tentando ajudar os jogadores a fazerem a escolha certa com base na ciência. Eles precisam ouvir os especialistas, mas, ao mesmo tempo, temos que reconhecer que certas pessoas podem ter preocupações legítimas."

Dez jogos do Campeonato Inglês já foram adiados neste mês devido a surtos de Covid e mais dois marcados para o próximo domingo já tiveram o adiamento anunciado, mas os clubes concordaram em cumprir a movimentada agenda de jogos da Premier League no período das festas de fim de ano.

(Por Shrivathsa Sridhar em Bengaluru)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos