Alexandre Kalil pediu que nome do pai fosse retirado do estádio do Atlético-MG e devolverá honrarias


Alexandre Kalil, ex-presidente do Atlético-MG, esteve presente na reunião do Conselho Deliberativo do clube na última segunda-feira. Na ocasião, Kalil pediu que o nome do seu pai, Elias Kalil, não fosse o de batismo do estádio do Galo, e disse que devolverá honrarias recebidas pelo clube.

Na reunião, foi revogada a decisão que levaria o nome de Elias Kalil com o de batismo da Arena MRV. O pai de Alexandre Kalil foi presidente do clube na década de 90.

A reunião foi agitada, principalmente, pela presença de Alexandre Kalil. O ex-presidente e campeão da Libertadores pelo Atlético pediu a palavra, chegou a atacar desafetos no clube e foi vaiado por membros do Conselho quando pediu silêncio para um dos integrantes da reunião

- Escutei as seguintes palavras: irregular, seriedade, oportunista, jabuti, maculada, ética, irregularidade, lisura e legalidade. Nenhum de vocês nessa mesa tem o gabarito para falar de Elias Kalil nesses termos. Eu estou falando, eu estou falando. Cale-se que eu estou falando. É cale-se sim. Você (disse Kalil para Jorge Berg de Mendonça, presidente do conselho de ética) é cachorro novo aqui. - exclamou o ex-presidente do Galo.

Em entrevista para jornalistas após a reunião, Alexandre Kalil falou que as decisões do Conselho terão consequências na Justiça, especialmente por uma suposta irregularidade em suas eleições.

- Tem um conselho que está confessamente irregular. Quem vai querer a SAF com um conselho irregular? Tem conselheiro que não é sócio a dois anos que está no estatuto do Atlético. São 50. Gente que pediu a retirada do nome que nem conselheiro poderia ser. É uma confraria de amigos. - disse Kalil.

Arena MRV
Arena MRV

Arena tem inauguração prevista para março de 2023 - (Foto: Redes Sociais/Arena MRV)

O ex-presidente do Atlético-MG ainda falou que acredita que a questão com o nome do pai é "menos importante", e que devolverá honrarias e premiações recebidas do clube por não querer o nome de sua família associada com Ricardo Guimarães e os mecenas do Atlético.

- A questão "menor" que é Galo de Prata de Alexandre, nome de Elias, já está tudo retirado. Eu pedi para retirar porque eu não quero o nome do meu pai na boca de gente que teve quase preso, e levou o Atlético para a segunda divisão (se referindo à Ricardo Guimarães). - expressou Kalil.

O novo estádio do Galo teve os naming rights comprados pela empresa MRV por 15 anos, e será chamada de Arena MRV. Entretanto, há também o nome de batismo, como o Mineirão é nomeado de Magalhães Pinto.