Alexander-Arnold sai em defesa de companheiro de Inglaterra: 'Criminalmente subestimado'

Alexander-Arnold e Henderson atuam juntos no Liverpool e na seleção inglesa (Foto: Paul Ellis/AFP)


Companheiro de Henderson no Liverpool, o lateral-direito Trent Alexander-Arnold saiu em defesa do volante, com quem também divide espaço na seleção da Inglaterra.Titular na campanha que levou a seleção inglesa até às semifinais da última Copa do Mundo, em 2018, Hendo, como é chamado pelos amigos de time, iniciou a campanha do Mundial neste ano entre os reservas, mas ganhou espaço na vitória do English Team sobre o País de Gales, na última terça-feira (29), jogo que confirmou a classificação dos Três Leões às oitavas de final da competição.

Agora, o volante do Liverpool briga para manter esse espaço no meio-campo, o que também significaria calar boa parte dos críticos na Inglaterra que não defendem a escalação do jogador de 32 anos.

+ Artilheiros da Copa do Mundo 2022: veja lista de jogadores que marcaram

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

- Acho que ele (Henderson) é criminalmente subestimado como jogador de futebol. Ele é alguém que pode influenciar os jogos. Quando as pessoas pensam nele, veem a imagem dele gritando, correndo e no lado sujo do jogo, mas com a bola ele é, tecnicamente, um jogador excepcional - destacou o Arnold, que é uma das opções da seleção inglesa para a lateral-direita.

Mas, ainda que Alexander-Arnold valorize Henderson com a bola nos pés, ele não deixa de valorizar a liderança que o jogador mais velho deste elenco inglês possui.

+ Confira a tabela da Copa do Mundo e simule as partidas da competição

- Ele é um líder nato, e você pode dizer que não é forçado, é completamente natural. Ele traz essa intensidade para o time, exige isso das pessoas, com a sua aura e gritos. A maneira como ele joga é muito intensa e você precisa de jogadores assim. Ele é um excelente jogador de futebol e merece muito mais crédito do que lhe é dado - reforçou Trent.

Caso Henderson se mantenha como titular na seleção da Inglaterra, desta vez no duelo contra Senegal, a tendência é que Southgate mantenha a ideia de jogo que utilizou contra a seleção galesa, com Rice e Henderson à frente da zaga, e Bellingham atuando mais à frente. No entanto, Jack Grealish sempre é visto como uma opção, mesmo ainda não tendo iniciado um duelo pela Inglaterra nesta Copa.