Alex Zanardi, ex-piloto da F1, sofre grave acidente de bicicleta

AFP
Alex Zanardi sofreu grave acidente durante corrida de bicicleta pedalada com as mãos
Alex Zanardi sofreu grave acidente durante corrida de bicicleta pedalada com as mãos

O ex-piloto de Fórmula 1 Alex Zanardi, que conquistou quatro medalhas de ouro paraolímpicas depois de amputar as duas pernas após um acidente, ficou gravemente ferido após colidir com um caminhão enquanto competia na Itália em uma corrida de bicicleta de mão.

A agência de notícias AGI informou que Zanardi sofreu o acidente em uma das etapas da corrida de revezamento 'Obiettivo Tricolore', que acontece na Toscana, quando o ex-piloto de F1 de 53 anos colidiu com um caminhão e teve que ser levado de helicóptero para um hospital em Siena, onde ele está em um estado "muito grave", segundo a AGI.

"Alex perdeu o controle de sua bicicleta, deu duas voltas e colidiu com um caminhão. O acidente foi terrível", disse Mario Valentini, técnico da seleção italiana de ciclismo paralímpico, ao jornal Corriere Della Sera.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Zanardi disputou 44 Grand Prix de Fórmula 1 em duas etapas (1991-1994 e 1999) e em 1997 venceu o campeonato CART nos Estados Unidos. Após sua última temporada na F1, ele voltou ao campeonato da CART e, em 2001, sofreu um acidente muito grave que quase lhe custou a vida. Ele finalmente sobreviveu, mas os médicos tiveram que amputar as duas pernas. Ele então competiu no ciclismo paralímpico, conquistando quatro medalhas de ouro nos Jogos de 2012 e 2016, além de dois títulos de prata e 10 de títulos mundiais.

Zanardi disputou 44 Grandes Prêmios de Fórmula 1 em duas etapas (1991-1994 e 1999) e em 1997 venceu o campeonato CART nos Estados Unidos.

Após sua última temporada na F1, ele voltou ao campeonato da Cart e, em 2001, sofreu um acidente muito grave que quase lhe custou a vida. Acabou sobrevivendo, mas os médicos tiveram que amputar as duas pernas.

Zanardi competiu então no ciclismo paralímpico, conquistando quatro medalhas de ouro nos Jogos de 2012 e 2016, além de duas de prata e 10 títulos mundiais.

Leia também