Alex revela plano de ser técnico e conta frustração de não ter se encontrado com Luxemburgo


Ídolo por onde passou, Alex pretende retomar seu caminho no futebol em breve, mas como treinador. Aposentado dos gramados desde 2014 e atual comentarista da ESPN, o ex-meio-campista falou em entrevista a DAZN sobre seu plano de virar técnico, o qual, inclusive, foi adiado pela pandemia do coronavírus.

- Ano passado fui estudar, fiz o que protocolarmente é pedido, que é tirar a licença da CBF. Estava matriculado na turma que faria agora em maio a licença A, mas, infelizmente, devido à COVID, foi cancelado e a gente não sabe quando vai ser a nova data – iniciou.

Um dos planos de Alex, inclusive, era ter viajado para São Paulo para ficar oito dias com o técnico Vanderlei Luxemburgo, seu amigo e também atual treinador do Palmeiras, clube com o qual Alex tem identificação e é um dos ídolos.



- Com o Vanderlei eu falo sempre, é um amigo que fiz no futebol, já estava agendado, já teria que ter ido. Inclusive, eu cheguei a pegar um voo para São Paulo, mas foi aquele dia que caiu aquela tempestade absurda e teve que alterar tudo. Meu voo nem desceu em Guarulhos, ele retornou para Curitiba.

- Eu passaria oito dias com o Vanderlei, era a única semana que o Palmeiras teria livre, sem Campeonato Paulista e sem a Libertadores, então já estava agendado, acabou não acontecendo devido ao temporal e agora não tem muito o que imaginar, precisamos esperar para ver como a situação da pandemia vai seguir, para que a gente imagine novas situações – finalizou.

Enquanto Luxemburgo já venceu, com o Palmeiras, Campeonato Brasileiro (1993 e 1994), Torneio Rio-São Paulo (1993), Campeonato Paulista (1993, 1994, 1996 e 2008) e Florida Cup (2020), Alex levantou as taças de Libertadores (1999), Mercosul (1998), Copa do Brasil (1998) e Torneio Rio-São Paulo (2000).





Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também