Alemanha e Turquia tentam sediar Eurocopa 2024

O logo da cidade-sede da UEFA EURO 2020, São-Petersburgo, no dia 19 de janeiro de 2017

A Uefa encerrou o prazo para as candidaturas da Eurocopa 2024, nesta sexta-feira, e apenas dois países se colocaram a disposição para sediar a competição: Turquia e Alemanha.

Segundo fonte próxima da organização, nenhum outro país apresentou proposta para organizar o torneio.

A Federação Alemã (DFB) confirmou no fim de janeiro que apresentaria candidatura, enquanto a Federação Turca (TFF) anunciou que se colocaria no páreo em meados de fevereiro.

A Turquia se candidatou para a organização da edição de 2020, mas desistiu durante o processo para se concentrar na edição seguinte.

No fim de fevereiro, quatro países escandinavos - Dinamarca, Suécia, Finlândia e Noruega - pensaram em apresentar uma proposta conjunta, mas desistiram de participar do processo de seleção.

- Decisão em 2018 -

A Uefa vai anunciar os candidatos escolhidos dia 10 de março. Os concorrentes tem até o dia 27 de abril de 2018 para mostrarem suas propostas e o vencedor vai ser anunciado dia 18 de setembro do mesmo ano.

O campeonato vai ser disputado entre nove e dez estádios, dos quais dois ou três tem que ter capacidade mínima para 50.000 pessoas e um deles precisa ter no mínimo 60.000 espectadores.

A Euro 2020 vai ser disputada em 13 cidades europeias. As semifinais e a decisão vão ser realizadas em Wembley, Londres.

Se a Turquia vencer a disputa, a Euro 2024 vai ser o maior evento esportivo organizado pelo país, que tentou acolher a competição três vezes, sem sucesso.

A Alemanha não sedia a Euro desde 1988, tempos em que o país ainda estava dividido em dois. Os germânicos receberam a Copa do Mundo de 2006.