Alemanha goleia Islândia (4-0) e Flick fecha semana perfeita no comando

·2 minuto de leitura
O atacante alemão Leroy Sané (dir.), comemora com seus companheiros, após marcar o terceiro gol contra a Islândia, durante as eliminatórias europeias para a Copa do Mundo de 2022 em 8 de setembro de 2021 em Reykjavik (AFP/Odd ANDERSEN)

A Alemanha se consolidou na liderança do Grupo J das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022 graças à vitória por 4 a 0 sobre a Islândia nesta quarta-feira em Reykjavik, fechando uma semana perfeita, na qual o novo técnico Hansi Flick assumiu o comando com três vitórias em três jogos.

Serge Gnabry (aos 5 minutos) e Antonio Rüdiger (24) colocaram os visitantes no caminho da vitória e depois Leroy Sané (56) e Timo Werner (89) fecharam o placar.

Depois de vencer Liechtenstein (2-0) e Armênia (6-0), a 'Mannchaft' fechou a janela dos jogos internacionais de setembro com mais um triunfo e sem sofrer nenhum gol, um excelente balanço para abrir esta nova fase.

Com 15 pontos, a Alemanha lidera seu grupo com autoridade, seguida por Armênia (11 pontos), que empatou em casa em 1 a 1 com Liechtenstein, e Romênia (10 pontos), que empatou em 0 a 0 como visitante diante da Macedônia do Norte (4ª, com 9 pontos).

A situação da Islândia, quinta com apenas quatro pontos, se complicou muito em sua luta para disputar o próximo Mundial, depois de sua participação na Copa da Rússia-2018.

Hansi Flick, o homem que levou o Bayern de Munique ao título de campeão europeu em 2020, fez sua estreia nesta janela de setembro como sucessor de Joachim Löw, que era técnico da Alemanha desde 2006 e que se despediu após a eliminação do time nas oitavas da Eurocopa diante da Inglaterra.

Os três triunfos permitiram que a Alemanha assumisse a liderança de seu grupo, após sofrer uma derrota inesperada em casa para a Macedônia do Norte em março, o que havia complicado a missão.

No jogo desta quarta-feira, no estádio Laugardalsvöllur, a Alemanha foi superior desde o início.

A abertura do placar veio aos 5 minutos, com um passe de Leroy Sané que Gnabry finalizou. O gol foi confirmado após ser revisto no VAR.

O segundo aconteceu aos 24, quando Joshua Kimmich alçou uma bola na área em uma falta que Rüdiger cabeceou para o fundo da rede.

A Islândia, que teve um gol de Albert Gudmundsson anulado por impedimento (50), não levava grande perigo à área alemã.

Sané marcou o terceiro aos 56, com um chute em que a bola entrou no ângulo.

Goretzka continuou tentando, mas sem sucesso: no minuto 63 teve um gol anulado e aos 79 mandou para fora um chute perigoso da entrada da área.

Werner, após receber um passe de Kai Havertz, fez o quarto e último aos 89 minutos.

bur/dr/mcd/aam

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos