Alemanha desembarca no Qatar, e busca reclusão como arma para ter sucesso na Copa


Depois de ser duramente criticada pela imprensa de seu país pelo desempenho burocrático na vitória por 1 a 0 sobre Omã, a seleção da Alemanha desembarcou na manhã (horário de Brasília) desta quinta-feira (17) no Qatar para a disputa da Copa do Mundo.


+ Veja as camisas de todas as seleções para a Copa do Mundo 2022

Tática no Mundial de 2014, no Brasil, onde o selecionado germânico ficou com o título, e em 2018, na Rússia, mais uma vez a equipe vai apostar na reclusão como forma de intensificar a concentração da equipe para a disputa do torneio.

Enquanto muitos outros países participantes da Copa do Mundo estão acomodados na capital qatariana Doha, a seleção alemã está em uma solidão única: em um resort de luxo em Al Ruwais, a cerca de uma hora e meia de distância.

O local sequer constava no programa oficial de hospedagem da Fifa para a Copa, tamanha a distância para os locais onde serão realizados os jogos e eventos oficiais da competição.

- Nunca antes a área ao redor de uma sede da seleção foi tão sombria e extensa por quilômetros como em 2022 - destacou o jornal 'Kicker'.

- Temos tudo o que precisamos para um ótimo treinamento: uma curta viagem até o campo de treinamento, as melhores condições de treinamento para poder trabalhar de maneira concentrada e intensiva e um ambiente maravilhoso no hotel - disse o técnico Hansi Flick, questionado sobre o motivo da escolha.

Resort concentração da Alemanha no Qatar
Resort concentração da Alemanha no Qatar

A luxuosa concentração alemã (Foto: Reprodução/Internet)


No Brasil, por exemplo, os alemães ajudaram na construção da sua própria sede, no litoral da Bahia, a mais de 100 quilômetros de distância da capital Salvador.

Segundo o ex-atacante Olivier Bierhoff, diretor de seleções da Federação Alemã, a instalação 'é o suficiente para que se aflore o espírito de sucesso que uma equipe precisa para uma Copa do Mundo.'

- Atende a quase todos os nossos requisitos e necessidades de um hotel de equipe. Ele oferece no tempo intensivo da Copa do Mundo, repetidamente, a oportunidade de desligar da agitação dos jogos.

Extremamente luxuoso, o resort onde está hospedada a Alemanha oferece pacotes de hospedagem a quase R$ 20 mil um final de semana. Isso sem ter direito a todas instalações do local, conforme apurou o LANCE!

O treinamento ocorre nas instalações de última geração do Al Shamal Sports Club, que fica a pouco mais de dez minutos de carro.

- O espírito de equipe em uma Copa do Mundo desempenha um papel importante. Queremos desenvolver um espírito em nosso time que nos levará ao torneio pelo maior tempo possível - completou Bierhoff.

A Alemanha volta aos treinos somente no sábado (19), depois de folgar nesta sexta-feira (18). É esperado pelo início dos trabalhos do meia-atacante Thomas Müller e o zagueiro Antonio Rüdiger, poupados até agora das atividades por problemas físicos. O goleiro Ter Stegen também deve enfim se apresentar o grupo, após ficar em Frankfurt por conta de uma indisposição estomacal.

A Alemanha estreia no Mundial na próxima quarta-feira (23), às 10h (de Brasília), contra o Japão. Os europeus estão no Grupo F da competição, ao lado de Espanha e Costa Rica.

> Confira a tabela e simule resultados da Copa do Mundo-22 do Qatar
> Conheça o novo aplicativo de resultados do LANCE!