Alemanha começa jornada pelo penta enfrentando Japão

SÃO PAULO, SP (AGÊNCIA BRASIL/FOLHAPRESS) - Primeira seleção a garantir presença no Qatar, a Alemanha vem de campanhas abaixo da crítica. Na Rússia, em 2018, quando sonhava com o penta, caiu ainda na primeira fase. Na Eurocopa de 2021, o adeus foi nas oitavas.

A troca na comissão técnica, com a saída de Joachim Löw e a chegada de Hans Flick, deu nova cara à seleção, novamente favorita. O comandante adotou princípios de jogo que fizeram do Bayern de Munique um dos principais clubes do mundo entre 2019 e 2021. Agora, a seleção busca se destacar em sua estreia nesta quarta-feira (23), às 10h (de Brasília), contra o Japão, no estádio Khalifa, em Doha.

À experiência do goleiro Manuel Neuer e do atacante Thomas Müller (que disputam um Mundial pela quarta vez), os alemães somam a juventude dos meias Kai Havertz e Jamal Musiala. A tradicional seleção é a 11ª colocação do ranking da Fifa e conquistou o mundo em 1954, 1974, 1990 e 2014, no Brasil.

Nesta quarta, os alemães serão desfalcados por Leroy Sané, com problemas no joelho, e devem ir a campo inicialmente com: Manuel Neuer; Klostermann, Sule, Rudiger e Raum; Gundogan, Kimmich (Gnabry), Hofmann e Musiala; Julian Brandt (Youssoufa Moukoko) e Muller.

Os japoneses, por sua vez, se preparam para encarar a chave mais difícil desde que estrearam em Copas há 24 anos, na França. O técnico Hajime Moriyasu tem o melhor aproveitamento (mais de 68%) entre aqueles que já comandaram o Japão por mais de dez jogos. Ele assumiu a função após o Mundial da Rússia (2018). Na ocasião, o país caiu nas oitavas de final, com derrota de virada para a Bélgica no último lance da partida.

Para sobreviver contra Alemanha, Espanha e Costa Rica, o Japão aposta na experiência do zagueiro Maya Yoshida e do lateral Yuto Nagatomo, segundo jogador que mais vezes defendeu a seleção nipônica. Outro destaque é o meia Takefusa Kubo, de 21 anos, apelidado de Messi japonês e maior revelação do país desde Hidetoshi Nakata. A seleção japonesa aparece em 24º no ranking da Fifa.

Uma possível formação inicial do Japão tem: Gonda; Sakai, Itakura, Taniguchi e Ito; Tanaka, Shibasaki e Soma; Minamino, Kubo e Asano.

Estádio: Khalifa, em Doha (Qatar)

Horário: Às 10h (de Brasília) desta quarta-feira (23)

Árbitro: Iván Barton (El Salvador)

VAR: Mauro Vigliano (Argentina)

Transmissão: Globo, SporTV e Globoplay