Alcaraz: 'Djokovic segue sendo o melhor do mundo'

Mutua Madrid Open
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


Após a conquista do Masters 1000 de Madri, na Espanha, Carlos Alcaraz celebrou e colocou os pés no chão. Apesar dos quatro títulos na temporada e 28 vitórias ele disse que ainda o melhor do mundo é Novak Djokovic.

O espanhol derrotou Alexander Zverev por 6/3 6/1 na decisão e soma sete vitórias seguidas sobre top 10: "Dizem que se aprende com as derrotas e eu me senti assim depois do que aconteceu em Monte Carlo. Acho que depois daquele jogo soube continuar trabalhando duro e consegui chegar a um nível de jogo muito alto. muito confortável neste tour e sei que neste momento sou um adversário difícil para todos. Mas ainda tenho muito a melhorar. Acho que a característica que só os melhores têm é que nunca estagnam e conseguem progredir em todos os seus tiros continuamente. Acho que tenho espaço para melhorias em absolutamente tudo", disse o jovem de 19 anos, mais jovem a conquistar o torneio espanhol. Ele disse estar confiante para Roland Garros.

"O melhor do mundo ainda é Novak. O fato de eu ter vencido Barcelona e Madri não muda nada nisso. Eu sou o número 6 do mundo, então ainda tenho cinco jogadores pela frente e muito trabalho a fazer para me tornar o melhor. Vou continuar a trabalhar muito para chegar a Paris na melhor forma possível. Ficaria muito entusiasmado por ir bem lá porque é o primeiro Grand Slam em que entrei na terceira ronda e acho que joguei em alto nível no ano passado. considero um dos favoritos não me pressiona, mas motivação para mostrar que posso lutar pelo título. A confiança que ganhei esta semana vai me ajudar muito lá" comentou Carlitos.

"Sempre fui muito competitivo, em tudo. Com Ferrero estou continuamente jogando coisas em muitas disciplinas, não importa se eu jogo Parcheesi ou petanca. Acho que isso está me ajudando muito na minha carreira de tênis e a verdade é que que gosto mais de competir para treinar. Aconteça o que acontecer, procuro minhas artimanhas para encontrar uma maneira de ser competitivo e optar pela vitória. Agora tenho que assimilar o que estou conquistando", disse Carlos Alcaraz, que reivindicou a importância de a família dele. "Ser capaz de comemorar este sucesso junto com todos eles é muito especial".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos