Alberto Dualib, presidente do Corinthians de 1993 a 2007, morre aos 101 anos

·1 minuto de leitura
Alberto Dualib, ex-presidente do Corinthians. Foto: Twitter/Corinthians
Alberto Dualib, ex-presidente do Corinthians. Foto: Twitter/Corinthians

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O empresário esportivo Alberto Dualib, presidente do Corinthians de 1993 a 2007, morreu aos 101 anos no Hospital Santa Catarina, em São Paulo, onde estava internado desde junho. A causa da morte não foi informada. 

Dualib renunciou ao cargo em 2007 em meio a um processo de impeachment, com denúncias como má gestão, enriquecimento ilícito e sonegação fiscal. 

Leia também:

Sob a direção dele, o clube conquistou 12 títulos: cinco vezes o Campeonado Paulista ((1995, 1997, 1999, 2001 e 2003), duas vezes a Copa do Brasil (1995 e 2002), três vezes o Campeonato Brasileiro (1998, 1999 e 2005), um Torneio Rio-São Paulo (2002) e um Mundial de Clubes (2000). 

O empresário também foi vice-presidente de Patrimônio e Obras, presidente do Conselho Deliberativo, vice-presidente de futebol e vice-presidente-social. 

Descendente de libaneses, ele nasceu em Glicério, na região de Araçatuba, interior de São Paulo. Mudou para a capital aos 10 anos e tornou-se sócio do Corinthians na década de 1940. 

"Infelizmente hoje nos deixou um grande corintiano que muitos reclamam, mas foi um grande presidente. Vá com Deus amigo e sabemos que sempre olhará pelo Corinthians", disse o empresário Andres Sanchez, ex-presidente do clube. 

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos