Alan Franco diz que rivais só jogam 'retrancados' contra o Atlético-MG

Valinor Conteúdo
·2 minuto de leitura


O Atlético-MG iniciou os preparativos do time para o confronto da próxima segunda-feira, 2 de novembro, contra o Palmeiras, pela 19ª e última rodada do turno do Campeonato Brasileiro. O duelo será às 17h, no Allianz Parque, em São Paulo.

A equipe mineira não terá o atacante Keno, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Com isso, os trabalhos na Cidade do Galo focarão em achar um substituto para o artilheiro do time no campeonato, com oito gols. Savinho Marrony, Zaracho e Marquinhos aparecem como principais candidatos à vaga de Keno.

O alvinegro terá outra semana cheia de treinamentos, para corrigir problemas que apareceram nas últimas partidas, quando o Galo marcou apenas cinco pontos em 15 disputados. O meia Alan Franco comentou sobre o time poder trabalhar com mais tempo antes de encarar o Verdão.

-Uma semana completa de trabalhos. Na verdade, não fomos muito bem nos últimos jogos. É uma oportunidade para ajustar alguns detalhes que estão nos faltando. Vamos aproveitar ao máximo essa semana para fazermos um grande jogo na segunda-feira-disse.

Mesmo sem vencer há três jogos no Brasileiro, com empates diante de Sport e Fluminense, além da derrota para Bahia, Alan Franco vê a melhora ofensiva da equipe por detalhes.

-Infelizmente, não convertemos em gols as oportunidades. Acredito que se não criássemos chances de gols, aí seria um grande problema. Vejo pelo lado que estamos criando, mas estão faltando pequenos detalhes a serem ajustados no último momento. Esperamos melhorar isso durante os treinamentos e aplicar nos jogos-disse o equatoriano, que destacou também as retrancas que estão sendo montadas pelo rivais quando encarar o Galo.

-A cada partida que passa fica mais complicada que a anterior. Na última partida,contra o Sport, o adversário veio se resguardar, proteger a sua área, e nós não marcamos gol. Vai ser cada vez mais difícil esse tipo de jogo-concluiu.

O Atlético-MG está na terceira posição do Brasileirão, com 32 pontos, três a menos que Flamengo e Internacional, ambos com 35 pontos, mas com o Colorado se mantendo na liderança por ter melhor saldo de gols que o Fla.