Alan celebra primeiro gol após volta ao Fluminense e exalta trabalho de Diniz: 'Tem algo especial'

Alan revelou que vem se programando para a próxima temporada (MARCELO GONÇALVES / FLUMINENSE FC)


A goleada do Fluminense por 3 a 0 sobre o Goiás, no Maracanã, ficará eternizada na lembrança de um jogador. Alan, cria da base do clube, marcou seu primeiro gol desde que retornou do futebol chinês. Na saída de campo, o atacante revelou o alívio, comemorou a presença do filho e exaltou o trabalho de Fernando Diniz.

- Não tenho palavras para poder explicar. Eu saí daqui e passa um filme na minha cabeça. Mas Deus é fiel. Fiquei muito tempo parado, depois que eu voltei da China. Acabei tendo uma lesão. Agradecer a fisioterapia do Fluminense que me ajudou muito neste momento. Alívio. Meu filho tem vindo sempre aos jogos e poder fazer um gol e acompanhá-lo é inexplicável. só dar glória a Deus por este momento -disse, antes de emendar:

+ Confira e simule a tabela do Campeonato Brasileiro

- Sem dúvida. Está sendo coroado pelo trabalho que vem sendo feito. Exaltar também o trabalho do Diniz. Eu já trabalhei com muitos treinadores, mas esse cara é realmente diferente e tem algo especial. Merece pelo trabalho. A gente merece tudo que está acontecendo - completou.

Desde que chegou ao clube, Alan teve muita dificuldade para voltar a jogar e teve uma lesão na panturrilha esquerda. O atleta havia feito sua reestreia contra o Botafogo e também atuou contra o Ceará, porém passou em branco nesses jogos.

Em sua estreia entre os profissionais do Fluminense, lan deixou o deleo em 2008. No dia 30 de março, aos 18 anos, o atacante estufou a rede no clássico contra o Botafogo, pelo Carioca, no Maracanã.

Na época, Alan tinha chegado ao sub-20 tricolor vindo do Londrina e chamou a atenção do técnico Renato Gaúcho. No jogo seguinte, entrou no lugar de Washington, o 'coração valente', e anotou mais dois, na goleada por 4 a 0 sobre o Madureira, em Edson Passos.

O jogador exaltou o trabalho de Fernando Diniz e disse que a equipe irá com tudo para conseguir o triunfo na última rodada do Brasileiro. No domingo, o time mede forças com o Red Bull Bragantino, às 16h, no Nabi Abi Chedid.

+ ATUAÇÕES: Cano marca mais um, e reservas do Fluminense dão conta do recado contra o Goiás

- O Diniz mesmo fala. Não tem cansaço, não podemos relaxar, então é isso. A gente vai para o último jogo pensando na vitória e, se Deu quiser, vamos fechar com chave de ouro - concluiu