Ala da Seleção Brasileira de futsal, Bateria assina com o Valdepeñas, da Espanha, semifinalista da última edição da Liga Nacional

·2 minuto de leitura


Após uma temporada pelo Kingersheim, da França, Bateria está de volta ao
Futsal da Espanha. O ala assinou contrato de um ano com o Valdepeñas, nesta
terça-feira (07). O jogador retorna ao país onde se destacou atuando por Inter
Movistar, Barcelona e Cartagena, entre os anos de 2011 e 2019.

- Fico feliz de poder estar de volta a um dos maiores centros do futsal mundial.
A Espanha é um país que me traz grandes recordações e farei de tudo para
viver estes momentos novamente. Agradeço ao Valdepeñas pela confiança que
depositou em mim e vou seguir me preparando, focado nos objetivos do clube
para esta temporada - disse Bateria.

Nos últimos anos, o Valdepeñas aparece entre os clubes de elite do futsal
espanhol. Na temporada 2019/20, a equipe chegou à final da Liga Nacional,
diante do Inter Movistar, e ficou com o vice-campeonato da competição. Já na
última época, foi semifinalista do torneio. Diante do crescimento da instituição,
Bateria espera ajudar no desenvolvimento do time e conquistar títulos.

- É um clube com grandes jogadores e uma ótima comissão técnica, aliado a
uma torcida incrível que acompanha o time em todos os momentos. Ansioso
demais por viver essa atmosfera em Valdepeñas. O crescimento da equipe é
evidente e espero poder ajudar a alcançar voos ainda mais altos - disse o ala.

Bateria iniciou carreira no futsal profissional em 2009, pelo Joinville. Com
apenas 20 anos, se transferiu para a Espanha, para atuar pelo Inter Movistar,
em 2011. Na equipe, conquistou Supercopa da Espanha, Liga Nacional e Copa
da Espanha. Em 2014, assinou com Barcelona, onde foi tricampeão da Copa
Catalunha. Após isto, passou por Marreco e Cartagena, até chegar ao
Kingersheim, clube que defendeu na última temporada.

Com a camisa da Seleção Brasileira, Bateria conquistou Sul-Americano
Sub-20, Grand Prix e as Eliminatórias da Copa do Mundo 2016. Inclusive, o ala
foi eleito o melhor jogador do torneio. O jogador fez parte do grupo que
disputou o último Mundial em 2016, na Colômbia.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos