Al-Muwallad é retirado da seleção da Arábia Saudita antes da Copa por caso de doping

(Reuters) - O atacante saudita Fahad Al-Muwallad foi retirado da seleção para a Copa do Mundo neste domingo como precaução devido a um caso de doping em andamento.

Em maio, o atacante do Al-Shabab foi suspenso por 18 meses pelo Comitê Antidoping da Arábia Saudita depois de testar positivo para a substância proibida furosemida.

No entanto, o Centro de Arbitragem Esportiva Saudita reduziu sua sanção no final de agosto e decidiu que o período em que ele estava suspenso era suficiente.

A Agência Mundial Antidoping (AMA) recorreu da decisão e, segundo relatos da mídia local, uma sanção mais longa é esperada para o jogador de 28 anos, que em 2019 foi suspenso por um ano, também por doping.

A equipe saudita disse no Twitter que o gerente Herve Renard tomou a decisão de retirá-lo "como medida de precaução após revisar os desenvolvimentos no apelo da WADA e após consultar o departamento jurídico da Federação da Arábia Saudita".

Renard convocou o veterano atacante do Al-Shabab, Nawaf Al Abed, para substituir o Al-Muwallad.

No Mundial que começa no dia 20 de novembro, a Arábia Saudita está no Grupo C ao lado de Argentina, México e Polônia.

(Por Ahmed Maher no Cairo)