Ajax atropela Lyon e se aproxima de final da Liga Europa

Kasper Dolberg, durante jogo do Ajax Amsterdam vs Olympique Lyonnais, no dia 3 de maio de 2017

O Ajax deu um passo grande rumo à classificação à final da Liga Europa ao golear por 4 a 1 nesta quarta-feira o Lyon, na partida de ida das semifinais da competição continental.

Na outra semifinal, que será disputada nesta quinta, o Celta de Vigo recebe o Manchester United.

Em Amsterdã, o burquinense Bertrand Traoré (25, 71 minutos), de 21 anos, o dinamarquês Kasper Dolberg (34), de 19 anos, e o alemão Amin Younes (49), de 23, marcaram os gols da vitória do tradicional clube holandês. Para o Lyon, Mathieu Valbuena marcou o gol de honra (66).

Fiel a sua filosofia, o Ajax, formado em grande parte por jovens talentosos, partiu para o ataque e a receita deu certo. Com isso, a final de 24 de maio em Solna, na Suécia, ficou ao alcance das mãos holandesa.

Mesmo sem seus laterais titulares, Joel Veltman e Nick Viergever (suspensos), a equipe local teve inúmeras chances, chegando ao ataque com extrema facilidade diante de uma defesa perdida com os muitos jogadores rivais que chegavam a sua área.

Já o Lyon não conseguiu repetir as boas atuações das rodadas anteriores na Liga Europa, como quando superou o Besiktas em Istambul em jogo emocionante.

Contudo, nos primeiros minutos, o Lyon parecia controlar o jogo e teve chance clara de abrir o placar aos 10 minutos com Maxwell Cornet, que teve o chute defendido por Andre Onana.

- Traoré, um pesadelo -

Mas o Ajax tomou a iniciativa e abriu o placar com uma cabeçada de Traoré, após uma falta alçada dentre da área francesa por Hakim Ziyech.

Novamente Traoré, brilhante em todo o jogo, participou do segundo gol holandês. O veloz atacante aproveitou a falta de mobilidade da defesa francesa e tocou para Dolberg ampliar com frieza.

Traoré ganhou a maioria dos duelos sobre seu marcador, Mouctar Diakhaby, e colocou diversas vezes em perigo o gol de Anthony Lopes.

No segundo tempo, o Ajax não diminuiu o ritmo e chegou ao terceiro gol com Younes, após rápido contra-ataque holandês. O alemão recebeu na entrada da área, cortou o marcador e chutou forte. A bola desviou e a zaga tentou tirar em cima da linha, mas o árbitro validou o gol corretamente, já que a bola havia entrado.

A Amsterdam Arena, que será rebatizada em breve de Estádio Johan Cruyff, se tornou um verdadeiro caldeirão com o incrível resultado construído. Nem o gol de Valbuena, em chute de fora da área colocado, conseguiu diminuir a empolgação da fanática torcida holandesa.

Quando parecia que o Lyon poderia marcar mais um gol para voltar para a França com um prejuízo menor, o Ajax deu o tiro de misericórdia, novamente com Traoré, que apareceu entre os zagueiros para tocar para as redes um cruzamento rasteiro vindo da esquerda.