Ainda sem pensar em jogar, Botafogo retoma treinos presenciais

Sergio Santana
LANCE!


Noventa e cinco dias depois, o Estádio Nilton Santos será aberto novamente. O Botafogo se reapresenta para o primeiro treino presencial pós-paralisação por conta da pandemia do coronavírus neste sábado. A ideia do Alvinegro é voltar aos gramados em julho.

A última vez que os jogadores do Glorioso foram ao estádio foi no empate em 1 a 1 contra o Bangu, pelo Campeonato Carioca, na partida que marcou a estreia de Keisuke Honda. Desde então, com o adiamento do Estadual, os jogadores do Alvinegro estavam treinando em formato de home training, com cada atleta em sua respectiva residência.

O Estádio Nilton Santos terá um túnel de bio-descontaminação de COVID-19. Qualquer pessoa que entrar e sair no local terá que passar pela estrutura, o que cumpre com o protocolo divulgado pela Ferj no início da semana. Além disto, o Alvinegro proibiu a presença da imprensa na atividade, justamente pensando nas questões de isolamento social.



A atividade contará com novidades. Sem Joel Carli, com contrato rescindido, o treinador Paulo Autuori terá dois novos nomes no treinamento: os atacantes Matheus Babi e Matheus Nascimento. O primeiro é reforço e jogou o primeiro turno do Campeonato Carioca pelo Macaé. O segundo tem 16 anos, é uma das principais promessas das categorias de base do clube e assinou o contrato profissional na última semana.

O clube de General Severiano tem um jogo marcado para a próxima segunda-feira, contra a Cabofriense, mas se recusa a entrar em campo. A comissão técnica e a diretoria do Alvinegro querem, ao menos, dez dias de treinamento e, consequentemente, participar de uma partida apenas no mês que vem.

A programação da comissão técnica para o retorno dos treinamentos presenciais está moldada para um retorno em junho, já que o Botafogo nem pensa em entrar nas quatro linhas de forma oficial por agora.




Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também