Ainda não estou no meu ápice, afirma lateral Edílson

Em coletiva após o treino desta tarde, no CT Luiz Carvalho, o lateral Edílson, do Grêmio, afirmou que espera melhorar seu desempenho no decorrer da temporada, após começar o ano com alguns problemas físicos.

“Eu fiz apenas o quarto jogo seguido, tenho muito a crescer ainda. Eu acredito que ainda não estou no meu ápice. Tenho que melhorar cada vez mais e acredito que o entrosamento vai melhorando com isso”, avaliou o jogador.

Edílson também comentou que o elenco está acostumado com jogos de fase eliminatória, às vésperas de começar a disputa da semifinal do Campeonato Gaúcho, diante do surpreendente Novo Hamburgo. “São dois campeonatos distintos, o mata-mata e a fase classificatória. O Grêmio oscilou um pouco na fase de pontos corridos e vem bem no mata-mata, que é um dos pontos fortes da nossa equipe”, ressaltou.

O lateral não elegeu nenhuma equipe como favorita para levantar a taça estadual e pregou respeito ao adversário de domingo. “O Novo Hamburgo é um time muito competitivo. Não é por acaso que conseguiu a primeira colocação na campanha geral. Temos que respeitar sim, mas temos que nos impôr, pois estaremos dentro de casa”, destacou.

“Os quatro são favoritos. São jogos muito difíceis. Claro que tanto o Grêmio quanto o Inter possuem um peso muito maior para chegar numa decisão, mas na hora que apita o jogo, são 11 contra 11 e quem estiver mais concentrado e melhor tecnicamente vai sobressair no jogo”, concluiu.

O Grêmio enfrenta o Novo Hamburgo no domingo, às 16 horas (de Brasília), em casa, pela primeira partida da semifinal do Campeonato Gaúcho. O jogo de volta será no domingo seguinte, dia 23 de abril, às 19 horas (de Brasília). A direção do time anilado ainda não decidiu se vai jogar no Estádio do Vale, junto da torcida, ou se atua no Beira-Rio, visando renda maior.