Ainda com contrato com o Santos, Robinho faz dois em jogo-treino contra a Portuguesa santista

LANCE!DIÁRIO DO PEIXE
·2 minuto de leitura


Sem jogar uma partida oficial desde agosto do ano passado, quando deixou o Istanbul Basaksehir, da Turquia, e com contrato suspenso com o Santos, o atacante Robinho foi um destaque de um jogo-treino entre jogadores em avaliação na Portuguesa santista e alguns atletas que treinam na Baixada para manterem a forma.

>> Confira a classificação atualizada do Campeonato Brasileiro

O time de Robinho contou com Madson, Alex, Domingos, William Batoré, Júnior Dutra, todos com passagens pelo Santos, entre outros, e usou a camisa do Portuários. O jogo-treino terminou 3 a 1 para o time dos ex-santistas, com dois gols marcados pelo Rei das Pedaladas.

Em outubro, o Peixe anunciou o retorno de Robinho, mas ele sequer chegou a jogar. O contrato do atacante foi suspenso desde então após repercussão do caso entre patrocinadores e torcedores. Por conta da contratação, a Orthopride, rede de ortodontia, rompeu o contrato de patrocínio com o clube.

Robinho foi condenado na Itália em primeira instância, em 2017, a nove anos de prisão por envolvimento em um caso de violência sexual contra uma jovem albanesa, então com 22 anos, na época em que jogava pelo Milan, em 2013. A segunda instância manteve a condenação e a sentença.

O presidente Andrés Rueda afirmou que tentaria a rescisão do contrato, que vence dia 28 de fevereiro, mas ainda não chegou em um acordo. Ainda sem conclusão, o contrato permanece suspenso e tudo se encaminha para a espera do vínculo acabar. O Peixe ainda tem 11 dias para definir a questão.

- Contrato vence em fevereiro. Conversamos com ele, sabe da intenção de terminar a relação profissional. Isso está no departamento jurídico para chamarmos a advogada dele nos próximos dias e encerrar essa questão - afirmou Rueda ainda em janeiro.

Revelado pelas categorias de base do clube, Robinho foi campeão brasileiro em 2002 e 2004. Voltou ao clube pela primeira vez em 2010 e foi campeão paulista e da Copa do Brasil. Em 2015, na sua terceira passagem, foi campeão paulista. Ele tem 253 jogos e 111 gols com a camisa do Peixe.