Aguirre segue Renato e diz "não" ao Corinthians - busca por técnico volta à estaca zero

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O Corinthians, novamente, para no "não" de um treinador. Depois de Renato Portaluppi, foi a vez de Diego Aguirre negar convite para trabalhar no Timão. A informação, inicialmente, foi divulgada pela ESPN e, em seguida, confirmada por outras fontes.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Na sexta-feira, quando as tratativas começaram, o uruguaio havia dado sinal verde para avançar nas conversas. Com isso, neste sábado as partes envolvidas realizaram uma reunião virtual, na qual o Timão fez a sua proposta. No entanto, o profissional voltou atrás e declinou do convite.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Em um primeiro momento, Aguirre se mostrou interessando em voltar a trabalhar no futebol brasileiro - já passou por Internacional, São Paulo e Atlético-MG. Também não haveria problema que o pagamento de salário fosse ajustado em real, sem ficar à mercê da variação do câmbio. Só que tudo voltou à estaca zero depois que a contraproposta feita pelo profissional extrapolou os limites impostos pela direção. O Corinthians está sem técnico desde o último domingo, quando demitiu Vagner Mancini após a eliminação na semifinal do Campeonato Paulista.

Para mais notícias do Corinthians, clique aqui.

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique ​aqui.