Aguero e Torres mostram que Atlético de Madrid precisa ter paciência com João Félix

Goal.com

A torcida do Atlético de Madrid ficou muito empolgada quando o clube anunciou a compra da jovem promessa portuguesa, João Félix. A despeito dos 126 milhões de euros (cerca de R$ 543 milhões na cotação da época) pagos ao Benfica, havia grande expectativa para ver o que o gajo traria de diferente ao ataque da equipe de Simeone. 

Porém, assim como em vários casos de grandes ídolos, a primeira temporada do jogador com a camisa do Atleti tem sido modesta em números. Foram seis gols marcados em 28 jogos até agora, com o campeonato suspenso por conta do novo coronavírus. Entretanto, vale lembrar que Félix é apenas um jovem de 20 anos e que começou a ter essa forte exposição há pouco tempo.

Casos passados de ídolos e jogadores importantes apontam que João Félix não é uma decepção. Na verdade, tem vivido seu processo de maturação como qualquer atleta recém promovido ao profissional. A campanha feita por Félix até aqui é bastante similar às de importantes nomes como Fernando Torres e Sergio Agüero, como ilustra a tabela abaixo.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

PRIMEIRAS TEMPORADAS NO ATLÉTICO DE MADRID

 

 PARTIDAS

GOLS

MINUTOS

FERNANDO TORRES (2001-02)

36

6

2284

SERGIO AGÜERO (2006-07)

42

7

2765

JOAO FÉLIX (2019-20)

28

6

2114

Torres é um dos personagens mais queridos da história recente do Atlético de Madrid. O 'El Niño', como foi conhecido, participou de 350 jogos com a camisa colchonera (contando sua segunda passagem, que já não foi tão boa quanto a primeira), marcou 121 gols e deu 16 assistências para gol. Sua estreia se deu quando tinha apenas 17 anos. 

Já o caso de Agüero é ainda mais emblemático. O argentino, que vinha de boas temporadas no Independiente, chegou ao Vicente Calderón com apenas 18 anos e marcou um gol a mais que Torres e Félix, mas com quase 500 minutos a mais em campo que Torres.

Fernando Torres chegou ao posto de 3º melhor jogador do mundo, em 2008. E Agüero se tornou o mais artilheiro da história do Manchester City, se tornando um ídolo imediato para o emergente time inglês.

Por isso, para que o altíssimo investimento em Félix não seja jogado fora, é necessário que se dê tempo à promessa portuguesa, pois qualidade e talento já é claro que ele tem. Apenas um tempo para libertar seu potencial pode ser o necessário.

Leia também