Aguero defende Messi de críticas na Argentina: "É quem mais sofre"

Goal.com

Messi é o maior camisa 10 da história do Barcelona e tem uma das carreiras mais vitoriosas do futebol, mas, mesmo assim, o craque sofreu ao longo dos anos por não ter conquistado títulos relevantes pela seleção da Argentina. No entanto, seu compatriota, Sergio Aguero, do Manchester City, saiu em defesa do craque do Barcelona.

Ele disse não entender essas críticas, destacando que o seis vezes melhor do mundo é o primeiro a sofrer com isso e que apesar de tudo o que já conquistou, continua se disponibilizando para ajudar a seleção de seu país.

Pelo Barça, Messi ganhou todos os títulos possíveis e inúmeros prêmios individuais. E até por conta disso, sempre foi muito pressionado para dar uma Copa do Mundo aos argentinos. Em 2014, ele chegou a final do Mundial disputado no Brasil, mas a Alemanha acabou levando o título. Messi também chegou a duas finais consecutivas de Copa América, contra o Chile, mas também ficou com o segundo lugar nas duas oportunidades. 

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Depois da derrota na Copa do Mundo de 2018, nas oitavas de final, contra a França, o camisa 10 chegou a dizer que não voltaria a atuar pela Argentina, mas voltou para ajudar o país na Copa América do ano passado.

"Não entendo quem o critica na seleção. Ele é o primeiro a sofrer e continua indo à seleção”, disse Aguero à TyC Sports.

Messi Aguero Argentina Colombia Copa América
Messi Aguero Argentina Colombia Copa América
Foto: Getty Images

Assim como Messi, Aguero é bastante criticado na seleção da Argentina, mas tem uma vida muito diferente no Manchester City. Ao longo de quase dez anos no clube, o centroavante já conquistou diversos títulos importantes e se tornou um dos maiores ídolos da história da equipe. 

Mas mesmo com toda a idolatria na Inglaterra, o nome do argentino está sendo especulado para retornar ao Independiente, clube pelo no qual foi revelado para o futebol. Mas diante da difícil situação vivida pelo mundo, Aguero prefere não fazer planos para o futuro.

"Por enquanto, não estou pensando no que fazer. Os clubes estão tendo problemas. Até o ano que vem, isso pode ser prorrogado por dois meses ou mais”. 

“Não sei se eles podem renovar com os jogadores por três meses ou seis. A primeira coisa é terminar esta temporada e acertar em tudo", destacou o atacante.

E enquanto Aguero espera por definições para pensar em seu futuro, a Federação Argentina de Futebol decidiu cancelar as competições até o restante desta temporada, o que também aconteceu na Eredivisie, liga nacional da Holanda.

Leia também