Agüero terá que ficar em quarentena e volta a desfalcar o City

·1 minuto de leitura
Sergio Aguero é dúvida para as próximas duas partidas do Manchester City, já que precisa se isolar após entrar em contato com uma pessoa infectada pelo coronavírus

A complicada temporada do argentino Sergio Agüero sofreu um novo revés: o maior artilheiro da história do Manchester City será obrigado a respeitar um período de quarentena após ter entrado em contato com um caso positivo para covid-19.

O City foi atingido por onze casos positivos em jogadores e membros da comissão técnica nas últimas semanas e apesar de Agüero ter apresentado resultado negativo, o técnico Pep Guardiola confirmou que o argentino terá que ficar isolado devido ao protocolo para casos próximos.

"Infelizmente, Sergio esteve em contato com uma pessoa que deu positivo, então ele tem que se isolar por alguns dias", disse Guardiola neste domingo, após a vitória por 3 a 0 sobre o Birmingham, da segunda divisão, pela terceira fase da FA Cup.

“Ele testou negativo, mas o protocolo diz que se ele entrou em contato deve se isolar", acrescentou o técnico.

Gabriel Jesus, Kyle Walker, Ederson, Ferran Torres, Eric Garcia, Scott Carson, Cole Palmer e Tommy Doyle são os jogadores do City com resultado positivo desde o Natal.

Jesus e Walker reapareceram após seus períodos de quarentena e entraram em campo durante o jogo contra o Birmingham, enquanto Ederson ficou no banco.

Agüero foi titular apenas três vezes nesta temporada, devido a uma série de problemas físicos e lesões.

O Manchester City enfrentará Brighton, Crystal Palace e Aston Villa em jogos da Premier League nos próximos dez dias e Aguero poderá perder pelo menos as duas primeiras partidas dessa sequência.

kca/psr/mcd/aam